Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Atletismo no Rio/2016 terá finais até quase meia-noite

Olimpíada terá mais um evento nas altas horas da noite, o atletismo realizará a final dos 100m para homens às 22h25 de um domingo

Estadão Conteúdo

12 de dezembro de 2014 | 13h57

Não será apenas a natação e o vôlei de praia que terão eventos até altas horas da noite nos Jogos Olímpicos do Rio/2016. O atletismo, outra modalidade transmitida regularmente em TV aberta nos Estados Unidos, também terá finais chegando até perto da meia-noite. O evento mais esperado, a final dos 100m para homens, será às 22h25 de um domingo.

De acordo com o divulgado pela CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo), os eventos matinais serão das 9h30 até por volta das 12h, com cerimônias de premiação alguns minutos depois disso. Apenas provas de decatlo e marcha atlética vão além desses horários.

Já o programa noturno terá início por volta das 20h, se prolongando até por volta das 23h. No dia 20 de agosto, um sábado, a final do lançamento do dardo para homens tem início previsto para as 22h55. Será a última prova do programa antes da maratona masculina, revista para o dia seguinte, a partir das 9h30.

No total, oito finais no Engenhão serão pela manhã: 10.000m feminino (dia 12), lançamento de disco masculino (13), 3.000m com obstáculos e lançamento do martelo femininos (15), salto triplo masculino e lançamento do disco femininos (16), 3.000m com obstáculo masculino (17) e 400m com barreiras masculino (18). As maratonas e provas de marcha atlética, como de costume, também serão em período matinal.

Os horários, que ainda precisam ser retificados pelo COI, estão relacionados aos interesses da NBC, emissora que pagou US$ 7,65 bilhões no ano passado para renovar até 2032 os direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos nos Estados Unidos, mantendo-se como principal parceira econômica do COI. A NBC costuma transmitir algumas finais de atletismo e natação em horário nobre nos EUA.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoRio 2016Olimpíada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.