Atletismo prepara novos velocistas

A nova geração de velocistas brasileiros tem o compromisso de manter o Brasil no pódio do revezamento 4x100 metros. Os especialistas garantem que os jovens atletas têm talento suficiente para repetir ou superar conquistas importantes - o Brasil foi medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, e prata em Sydney, em 2000, com as gerações de Robson Caetano e Claudinei Quirino, respectivamente.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.