ALMIR LEITE, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2013 | 02h02

Falhou feio no 3º gol da Ponte.

4,5 | Bruno Peres

Teve espaço para apoiar, mas mostrou-se tímido.

4,5 | Edu Dracena

Ficou olhando a entrada de Bruno Silva no gol da Ponte. Depois, fez um partida segura.

5 | Durval

Foi bem nas disputas com os atacantes campineiros.

6 | Léo

Na volta ao time, fez uma partida correta. Mas cansou no final e precisou de cobertura algumas vezes.

5 | Renê Júnior

Estava fazendo bem a sua função na marcação, mas não voltou para o segundo tempo, porque Muricy tentou recompor o poder ofensivo.

4 | (André)

Estava apagado, mas pelo menos fez um gol.

5 | Arouca

Faltou chegar mais à frente, principalmente na etapa final.

5 | Marcos Assunção

No primeiro tempo, limitou-se às bolas paradas. No segundo, recuou e sofreu com a correria rival.

4 | Cícero

Não encostou em Neymar e depois, ao ficar mais adiantado, pareceu perdido.

5 | (Patito Rodriguez)

Tornou o time mais ofensivo.

4 | Montillo

Esteve longe de ser o armador eficiente que todos conhecem.

6 | (Felipe Anderson)

Deu mais dinâmica ao time.

4 | Neymar

Apesar de bem marcado, vinha tentando fazer as jogadas. Mas entrou em um troca de tapas boba com Artur e acabou expulso.

5 | T: Muricy Ramalho

Seu esquema com 1 atacante não funcionou no primeiro tempo. No segundo, demorou a deixar o time mais ousado.

5 | PONTE PRETA

É um time muito bem armado e disciplinado, o que justifica estar na liderança. Cicinho (7,5) é rápido e habilidoso e foi bem tanto no meio-campo como na lateral-direita. Cléber (7) é um zagueiro seguro.

SANTOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.