Julio Detefon/ Oi STU Qualifying Series
Julio Detefon/ Oi STU Qualifying Series

Atual campeã do STU Open avança à final de circuito em São Paulo

Skatista da seleção brasileira, Pâmela Rosa garantiu a primeira colocação antes da disputa final do Qualifying Series

Andreza Galdeano, O Estado de S.Paulo

12 Agosto 2018 | 06h01

Aos 19 anos, a skatista da seleção brasileira Pâmela Rosa segue acumulando vitórias nas pistas. Desta vez, a atual campeã do Oi STU Open desembarcou em São Paulo com o objetivo de garantir o troféu do Qualifying Series. Pode alcançá-lo neste domingo, na final do circuito.

Após ficar em segundo lugar na primeira etapa, realizada no Rio de Janeiro, Pâmela não deu espaço para as suas adversárias na segunda fase, disputada na pista de skate do Parque Municipal Chácara do Jockey. Marcando 90,67 pontos e contando com uma caravana de São José dos Campos, onde nasceu e ainda reside, ela avançou à final do torneio.

"Ter ganhado o STU 2017 me ajuda bastante. Agora passei em primeiro, mas o nível das meninas está cada vez mais alto. Vamos ver o que vai acontecer na final. Até agora foi tranquilo, tirando o frio", avalia Pâmela em entrevista ao Estado após o segundo dia de competições.

Ganhar mais um troféu significa um passo ainda mais importante na carreira da skatista, que vem de uma pausa em seus treinamentos após romper o ligamento do pé. "Estava me preparando bastante, mas não andava muito de skate por conta da fisioterapia. Os passos da recuperação foram importantes para a minha participação do STU", conta.

Empolgada com os resultados, Pâmela exalta o carinho da família e afirma que a torcida será forte nesta reta final. "Está vindo uma van de São José dos Campos para me prestigiar. Estou muito feliz. Eu pretendo ganhar esse título, mas o que acontecer está ótimo", acrescenta.

Exaltando o clima na seleção brasileira e o auxílio da federação, Pâmela diz que também está de olho na Olimpíada de Tóquio, em 2020, mas foca em uma competição de cada vez para acumular os pontos necessários e garantir uma vaga nos Jogos. "Estou me preparando bastante para os Jogos de 2020, mas, antes, estou mais preocupada com os campeonatos que vão garantir a classificação, para que eu possa estar lá. Estou pensando passo a passo para não acabar me prejudicando. Quero aproveitar ao máximo as oportunidades", diz.

O circuito brasileiro que desembarcou em São Paulo termina neste domingo. Os treinos femininos vão acontecer no período da manhã com oito competidoras em uma bateria. A final está marcada para às 13h30 e contará com dez minutos para o aquecimento das atletas.

 

Friday #ToVoltando #LA

Uma publicação compartilhada por ρâмєℓα rσsα (@pamelarosaskt) em

 
Mais conteúdo sobre:
skate Olimpíada 2020 Tóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.