Phil Noble/Reuters
Phil Noble/Reuters

Atual campeão do salto em distância, Rutherford fica fora do Mundial por lesão

Medalha de ouro em Londres não poderá defender título mundial no país em que nasceu

Estadão Conteúdo

25 de julho de 2017 | 13h30

Anfitriã do Mundial de Atletismo, a Grã-Bretanha sofreu uma baixa de peso para o evento, que começará em 4 de agosto. Nesta terça-feira, a Federação de Atletismo da Grã-Bretanha anunciou que Greg Rutherford não poderá defender o seu título na disputa do salto em distância por estar lesionado.

Foi exatamente no Estádio Olímpico de Londres, palco do Mundial, que Ruhtherford viveu um dos grandes momentos da sua carreira, nos Jogos de 2012, quando faturou a medalha de ouro. Agora, porém, ele não poderá tentar repetir o feito, se declarando "destruído" por isso.

"Nos últimos dias, tive que aceitar uma infeliz realidade. Fiz tudo o que pude, mas uma série de lesões no pior momento possível significa que não conseguirei defender meu título mundial em Londres", disse Rutherford, no comunicado divulgado pela entidade do atletismo britânico.

O saltador lesionou o tornozelo no mês passado e segue em processo de recuperação às vésperas do Mundial de Atletismo. O britânico explicou que a reabilitação demorou mais tempo do que ele previa, o impedindo de participar até de treinamentos.

"Eu estou realmente destruído. Esse estádio é um lugar tão especial para mim que estou tão devastado porque não irei competir na frente do melhores fãs do mundo, no estádio que mudou minha vida", lamentou Rutherford, medalhista de bronze no salto em distância na Olimpíada do Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.