Austrália celebra por jogar sem pressão na Copa de 2014

Ao cair em um grupo que contará com Espanha, Holanda e Chile, a Austrália sabe que atuará como franco-atiradora na busca por uma vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2014. Mas, apesar de o sorteio das chaves do Mundial não ter sido bom para o país, o técnico da seleção australiana, Ange Postecoglou, prefere enxergar o mesmo como um fator positivo para os seus comandados.

AE, Agência Estado

24 de fevereiro de 2014 | 15h56

"A pressão está em cima dos adversários, e não sobre nós. Isso é ótimo, é muito melhor trabalhar sem pressão. Ninguém espera que a gente ganhe e queremos surpreendê-los", ressaltou o treinador, que nasceu na Grécia, pouco tempo depois se naturalizou australiano e defendeu a Austrália em seis partidas como jogador.

Escolhido para comandar a seleção nacional, Postecoglou esteve presente na semana passada no Congresso Técnico da Fifa, em Florianópolis, e no Brasil disse que espera mudar a filosofia tradicionalmente defensiva da Austrália no futebol. Para isso, diz se inspirar na admiração que tem pelo estilo de jogo praticado pelos principais jogadores do mundo na atualidade.

"Adoro assistir ao Barcelona, Bayern de Munique, gosto de times que jogam bom futebol e com técnica, como o Arsenal. Gosto de equipes que mantêm a posse de bola. Para que nós, australianos, possamos progredir, esse é o tipo de futebol que temos que jogar, não queremos jogar futebol defensivo, queremos nos tornar um equipe conhecida por jogar ofensivamente", ressaltou, em declarações reproduzidas nesta segunda-feira pelo site do governo federal para Copa de 2014.

O fato de estar quebrando uma tradição de técnicos estrangeiros no comando da Austrália também é comemorado por Postecoglou. "Nas últimas duas Copas, foram treinadores holandeses. Somente na Copa de 1974 foi um técnico australiano. É importante para nós ter um técnico australiano novamente, fazia muito tempo que isso não acontecia, e acho que por isso a decisão foi tomada. Sou privilegiado de ter sido o escolhido e tenho grande responsabilidade por conta disso", disse.

Integrante do Grupo B da Copa, a Austrália irá estrear no dia 13 de junho, contra o Chile, na Arena Pantanal, em Cuiabá. Esse jogo é considerado chave para os australianos, pois em seguida o país terá pela frente as poderosas Holanda (dia 18, no Beira-Rio) e Espanha (dia 23, na Arena da Baixada).

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolAustrália

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.