Austrália e EUA, ao lado das checas, brigam pelo título

O técnico Carlos Colinas resume com uma frase a disputa pelo título na República Checa: "Qualquer final que não seja EUA x Austrália será surpreendente". Assim como aconteceu no Mundial Masculino, na Turquia, a seleção americana está sedenta pela retomada do ouro entre as mulheres. A equipe dos EUA, liderada por Diana Taurasi, é a atual tetracampeã olímpica e não perdoa a campanha do Mundial de 2006, no Brasil, quando caiu na semifinal diante da Rússia.

Amanda Romanelli, O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2010 | 00h00

A Austrália, atual campeã do mundo, é freguesa quando o assunto é Olimpíada - perderam as três últimas finais contra os EUA. Mas, no período de preparação para o Mundial, o time da musa Lauren Jackson foi o único a derrotar as americanas. O jogo ocorreu em um torneio amistoso na Espanha. A República Checa, seleção anfitriã, aparece como candidata a zebra. Tem a companhia da Espanha, fortalecida com a naturalização da pivô americana Sancho Lyttle.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.