SS Press
SS Press

Australiana bate recorde em eliminatória no Troféu José Finkel

'1ª vez no Brasil e estou me divertindo muito', diz Taylor

Estadão Conteúdo

18 Agosto 2015 | 14h13

Medalhista no Mundial de Kazan, na Rússia, a nadadora australiana Taylor Maree Mckeown foi o destaque da manhã desta terça-feira no Troféu José Finkel, em São Paulo. A atleta estrangeira, que defende o Minas Tênis, bateu o recorde do campeonato ainda nas eliminatórias dos 200 metros peito. Ela registrou 2min28s45, desbancando os 2min28s99 da argentina Julia Sebastian, de 2013.

"É a minha primeira vez no Brasil e estou me divertindo muito", disse a nadadora, bronze no revezamento 4x100m medley em Kazan. "Estou cansada como vários, mas vou dar meu máximo para pontuar para o Minas. Consegui um recorde agora e vou conversar com meu técnico pra ver em que posso melhorar para baixar ainda mais o tempo nas finais da noite". As finais serão disputadas a partir das 18h30.

Ex-recordista da prova do José Finkel, a argentina Julia, do Unisanta, fez apenas o terceiro tempo das eliminatórias, com 2min35s52. Ficou atrás também da brasileira Andressa Sango, do Sesi, com 2min34s69.

Na versão masculina da prova, o destaque foi Thiago Simon, do Corinthians. Campeão pan-americano em Toronto, ele liderou as eliminatórias, com 2min13s68. "Achei bom o tempo nesta manhã. Mas estou muito cansado, Pan e Kazan foram cansativos. Vou pegar 10 dias de folga após o Finkel", projeta o nadador. Antes disso, terá que disputar a final da prova com Felipe França, outro especialista em peito. França obteve a oitava e última vaga na decisão dos 200m peito, com o tempo de 2min17s84.

Nas eliminatórias dos 100 metros borboleta, Henrique Martins anotou o melhor tempo, com 52s55. Ele foi mais rápido que Nicholas Santos, prata nos 50m borboleta em Kazan, que marcou 53s26, o sexto tempo desta manhã. O vice-campeão mundial dos 50m aproveita a competição em São Paulo para focar os 100m, seu grande objetivo nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Já Thiago Pereira e Nicolas Oliveira, ambos atletas do Minas, não avançaram à final. Pereira foi apenas o nono mais rápido, enquanto Oliveira obteve o 16º posto. No feminino, Bruna Rocha foi a mais veloz, com 59s68. Daynara de Paula, do Sesi, anotou 59s73, e Daiene Dias, do Minas, registrou 1min01s18.

Mais conteúdo sobre:
nataçãoTroféu José Finkel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.