Autor do 'Hino de Interlagos' vive semana de ansiedade

Compositor ainda não sabe se irá cantar a música no GP do Brasil na semana que vem

Gilberto Amêndola, do Jornal da Tarde,

13 de outubro de 2007 | 14h43

O professor Adolphino Rosário Cruz, 72 anos, deve ser o brasileira mais ansioso pela chegada do circo da Fórmula 1 à cidade de São Paulo (no próximo dia 21). De acordo com a Lei 14.722/ 2007, promulgada pelo prefeito Gilberto Kassab, e já publicada no Diário Oficial do município, os pilotos Lewis Hamilton, Fernando Alonso, Kimi Raikkonen e Felipe Massa teriam que ouvir o Hino de Interlagos, composto por ele, antes e depois da corrida.   Ouça o Hino da Fórmula 1 e o Hino de Interlagos  A letra de Adolphino (veja abaixo) tem gírias do tempo em o argentino Juan Manuel Fangio era piloto da Ferrari. "Em Interlagos/ A Fórmula 1/É uma parada!/É uma suada". "Eu escrevi essa letra quando era cabo da aeronáutica em 1956. Não acho que ela ficou desatualizada. Todo mundo sabe o que é uma 'parada', não é? E 'suada'? Suada é a agitação da torcida. Igualzinho como acontece no futebol", afirmou Adolphino.  A lei, que oficializou os hinos da Mooca, da Zona Leste e de Interlagos, prevê também que as músicas sejam executadas por uma banda. "A banda da Polícia Militar tem a partitura. É só a Prefeitura pedir que eles tocam. Seria uma revolução. Seria ótimo para o Grande Prêmio de Interlagos e para o Brasil".  Adolphino, formado em jornalismo, publicidade e relações públicas, contou que é autor de mais de 1 mil músicas. A maioria delas sobre Fórmula 1 e Fórmula Indy. "Eu sou apaixonado por corridas. Eu fico em casa vendo o Galvão Bueno narrar e vou me emocionando, me inspirando. Com um caderninho nas mãos, vou escrevendo tudo automaticamente. Tudo na hora", revelou.  Infelizmente, Adolphino nunca assistiu a uma corrida no autódromo de Interlagos. "Já vi no 'morrão' (área externa onde é possível ver um pedaço da pista). Lá também é legal, lá também é uma 'suada'", contou.  O autor do hino tem um motivo muito peculiar para querer ouvir sua composição entoada pelos pilotos e pela torcida. "Já fui candidato sete vezes a vereador e a deputado federal. Quem sabe dessa vez, eu não consigo ficar mais conhecido", disse. Como vereador, Adolphino tem duas propostas. Divulgar mais suas próprias músicas e brigar pela construção de um autódromo oval na Cidade de São Paulo. "Assim, a gente traz a Fórmula Indy pra cá também".  Gostando ou não do hino de Adolphino, o fato é que a lei já foi promulgada. A reportagem do Jornal da Tarde procurou a assessoria da Prefeitura para saber se a música seria ou não executada durante o GP. Na Prefeitura pediram para a reportagem falar com a SPTuris; na SPTuris pediram para entrar em contato com a organização do evento; a organização do evento afirmou que aguarda um comunicado da FIA (Federação Internacional de Automobilismo). O hino de Interlagos virou a 'batata quente' da semana do Grande Prêmio.   LETRALetra do Hino de Interlagos I...São desses pilotos de Fórmula 1Formados aos marcos da pistaNo ideal da glória de ser finalista Num ímpeto espetacularMovem-se assim, ao roncar dos motores Aos aplausos dos espectadoresUrras, cada vez mais fenomenalO avante! Ziguezague dos corredoresEssa competição internacional IIEm InterlagosA Fórmula 1É uma parada!É uma suada!Os gritos dos espectadoresAplaudindoOs competidores!... IIICom uma rapidez extraordináriaVão se aproximando da faixa finalOs integrantes dessa corrida Evento monumentalOs taisEmpolga a platéia de InterlagosAbalam as geraisCom esses carros sofisticadosUrras, cada vez mais açãoNo avante! Ziguezagues dos pilotosNessa bonita competição

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP do BrasilInterlagos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.