AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Auxiliar de Renato Gaúcho vê Grêmio 'quase perfeito' no Mineirão

Uma vitória fora de casa por 2 a 0, sem sofrer gols, e diante de um público de 53.452 torcedores no Mineirão. Esse foi o feito obtido pelo Grêmio, na noite desta quarta-feira, no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro. Para o auxiliar técnico gremista, Alexandre Mendes, o time gaúcho beirou a perfeição em Belo Horizonte.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

27 Outubro 2016 | 10h36

"Ao nosso time, pela nossa análise, faltava um pouco de profundidade. Tínhamos que manter mais a posse de bola, facilitou nossas movimentações. Não tem o que falar hoje, foi quase a perfeição", disse Mendes, auxiliar técnico de Renato Gaúcho, que não pôde ficar no banco de reservas nesta quarta porque cumpriu suspensão - ele fora expulso de campo diante do Palmeiras, nas quartas de final.

O auxiliar atribuiu o triunfo à preparação da equipe pelo treinador. "Sabíamos que encontraria uma grande dificuldade jogando no Mineirão, o Cruzeiro, com 60 mil pessoas. Sabíamos que teria inicialmente uma pressão. Fomos alertados pelo Renato na preleção. Os jogadores estão de parabéns, todos executaram exatamente o que pedimos. O Renato potencializou cada atleta e tivemos êxito em um primeiro momento", afirmou.

O triunfo sem levar gols deixou o Grêmio em situação tranquila para o segundo jogo da semifinal. Diante de sua torcida, pode até perder por 1 a 0 para garantir a vaga na decisão do título. O auxiliar técnico, contudo, alertou o grupo gremista ao afirmar que ainda "não ganhamos nada".

"É uma vantagem, mas acho que são os primeiros 90 minutos. Jogamos contra uma grande equipe e temos que ter o pé no chão, não ganhamos nada. Temos que fazer com que a nossa vantagem venha a nosso favor, não contra", disse Mendes, tentando evitar excesso de confiança na equipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.