Hudson Malta
Hudson Malta

Avancini aposta em jovens talentos para fortalecer o mountain bike no Brasil

Campeão mundial reforça equipe sub-23, que terá Marcela Lima, Edson Rezende e Pedro Lage

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de janeiro de 2019 | 20h49

Campeão mundial no mountain bike, Henrique Avancini vai ajudar a manter um time formado apenas por atletas que competem na categoria sub-23. O trio de ciclistas formado por Marcela Lima, Edson Rezende e Pedro Lage vai disputar as principais provas no Brasil e terá à disposição uma estrutura completa para seguir os passos do ídolo.

"Esse é o quinto ano do projeto, que começou como AVA Project e evoluiu muito no ano passado com o lançamento oficial da Caloi Avancini Team. Nessa temporada, estamos rejuvenescendo a nossa equipe. Precisamos de atletas mais capacitados e essa formação esportiva tem um prazo maior", explicou Avancini.

"Nosso objetivo é que os atletas não só consigam crescer a curto prazo, mas também a longo prazo. Esses jovens atletas têm muito a se desenvolver se forem guiados no caminho correto. É uma oportunidade de muito valor para mim, construir esse ambiente para poder potencializar o futuro do mountain bike brasileiro", completou.

A principal novidade da equipe é Marcela Lima, de 18 anos, que foi campeã da etapa da Copa do Mundo de Eliminator em Congonhas e vice-campeã brasileira de XCO, ambas no ano passado. Já Edison Rezende, de 22 anos, vice-campeão brasileiro XCM Elite em 2018, e Pedro Lage, de 20 anos e campeão brasileiro juvenil em 2015, já estavam na Caloi Avancini Team no ano passado.

"Estamos proporcionando a esses jovens uma experiência única e de grande valor: dividir toda a minha vivência como atleta, em que quebrei e ainda estou quebrando barreiras, profissionalizando ainda mais o esporte. Esse trabalho é muito profissional, com tipo de gestão diferente, com outros objetivos além de resultados a curto prazo, pois é assim que eu acredito que seja um modelo que gera maior sucesso esportivo", comentou Avancini.

Aos 29 anos, o ciclista está no auge da carreira e tem como foco chegar ao pódio nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. Em setembro, ele foi campeão mundial no cross-country maratona do mountain bike. "Estou muito animado e feliz com esse grupo que formamos, atletas jovens e de grande potencial. São, com certeza, uma parte do futuro do mountain bike do Brasil", avisou Avancini.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.