Aventureiros atravessam Patagônia a pé

O aventureiro polar norueguês Borge Ousland, de 41 anos, e seu companheiro, o alpinista suíço Thomas Ulrich, de 36, levaram 54 dias para cruzar as geleiras da Patagônia, esquiando, escalando e até mesmo remando caiaques, na primeira travessia a pé (no sentido que não usaram veículos) da região. ?Foi fantástico?, Ousland disse por celular por satélite, de Puerto Natales, no Chile, hoje. ?Ninguém havia cruzado a região de norte a sul antes. Nós o fizemos. Eu estou cansado, faminto e cada músculo do meu corpo dói.? Eles festejaram com o primeiro banho de chuveiro em mais de sete semana, um jantar num restaurante e uma garrafa de vinho. Comparada com as outras cinco caminhadas polares recordista de Ousland, como a de 2.845 quilômetros como primeiro esquiador a atravessar sozinho a Antártica, em 1977, a da Patagônia pode parecer curta, com seus 550 quilômetros. Entretanto, ele acha que ela tem um valor especial. ?Foi a coisa mais difícil que eu já fiz?, disse, explicando que o clima gélido e as condições o obrigaram a ter um companheiro. Os dois fizeram a travessia sem ajuda de nenhum tipo, o que significa suprimentos ou assistência externa, e sem trenós com cães ou qualquer outra forma de transporte. Eles carregaram os suprimentos com eles. ?Alguns policiais florestais nos ofereceram comida, mas dissemos não. Isso estragaria nosso plano?, assegurou Ousland. Os dois aventureiros remaram em caiaques, abriram picadas através de florestas densas, carregaram seu equipamento e suprimento, num total de 130 kg, nas costas através da neve, ultrapassaram freqüentes fendas na escalada das montanhas e tiveram até de fazer happel para descer despenhadeiros de 600 metros. ?Foi muito difícil, mas saiu tudo bem?, disse Ousland, que contou ter perdido cerca de 10 kg na caminha, chegando a 72 kg. Ousland, um ex-mergulhador de poços petrolíferos marítimos e ex-membro das forças especiais da Marinha norueguesa, explicou que essa caminhada diferiu das outras porque começou em uma cidade, Tortel, na Argentina, e terminou em Puerto Natales, no Chile ? a Patagônia é uma região no extremo sul do continente americano, dividida entre Argentina e Chile. Em certo ponto, eles foram pegos por um whiteout(fenômeno óptico nas regiões polares, que apaga os contornos eoblitera a orientação), numa nevasca, e só conseguiram mover-seamarrando-se um ao outro por um pedaço de corda e usando seu GPS(guia de posicionamento por satélite) para guiá-los. Ousland foi o primeiro a esquiar através da Antártica sozinho numa extensão de 2.845 quilômetros em 62 dias, em 1997. Em 2001 foi o primeiro a esquiar sozinho da Rússia ao Canadá, atravésdo Pólo Norte, em uma jornada de 1.718 quilômetros e 82 dias. Em 1990, ele e seu colega norueguês Erling Kagge foram osprimeiros a esquiar sem ajuda externa no Pólo Norte. Em 1994,Ousland repetiu a viagem como primeira pessoa a fazê-la sozinho.Em 1996, ele atingiu o Pólo Sul numa caminhada solitária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.