Bahia recebe corrida de aventura Ecomotion

Foi dada a largada para a maior corrida de aventura da América Latina, a Ecomotion Pro. No total, 41 equipes de oito países, com quatro integrantes cada (com pelo menos uma mulher), partiram neste domingo da cidade de Lençóis, no interior da Bahia, na Chapada Diamantina. Os times devem retornar ao ponto de partida no sábado, após percorrer 460 quilômetros, lutando contra as dificuldades do percurso e o sono - para não perder tempo, os atletas dormem, em média, três horas por dia. A equipe Adventure Bosi Colômbia cruzou na frente no primeiro posto de controle do percurso.A realização da Ecomotion na Chapada Diamantina só foi possível após uma longa negociação entre os organizadores e o Ibama, responsável pelo meio-ambiente, que não via com bons olhos a idéia de uma competição dentro do parque ecológico. A permissão só foi dada diante do compromisso da organização do evento de que os atletas não iriam agredir a região, considerada patrimônio mundial da natureza."Ao invés de marcar negativamente a natureza, os competidores vão deixar uma marca positiva, justamente a da consciência ecológica", acredita o prefeito de Lençóis, Emmanuel Calmon Maciel.O prefeito tem orgulho pelo fato de a cidade ser a base de todas as equipes e da organização da Ecomotion. Além da visibilidade que a competição dará ao município, o aspecto econômico causa satisfação. Emmanuel Calmon Maciel calcula que, nos sete dias em que será disputada a prova, Lençóis movimentará mais de R$ 400 mil, um aquecimento para as vendas do comércio e para o turismo local. Cerca de 270 dos 10 mil moradores da cidade trabalham no evento.Dificuldades - A equipe Brasil Telecom Oskalunga, de Brasília, campeã da etapa classificatória do Ecomotion, na Serra do Cipó (MG), garante estar muito bem preparada para a prova, mas observa que será preciso "administrar" o sono. Bárbara Bomfim, a única mulher do grupo, acha que nenhum competidor poderá dormir mais de 3 horas por noite. Além do sono, a versatilidade é fundamental em corridas de aventura. O preparo físico é essencial, não apenas para enfrentar extensas e cansativas travessias, mas porque o atleta tem de dominar diversas técnicas de modalidades esportivas. O Ecomotion exige perícia em trekking, corrida cross-country, canoagem, mountain bike, equitação, tirolesa, técnicas verticais e orientação por cartas topográficas. Para aumentar o desafio, o mapa do percurso foi divulgado apenas neste domingo, o dia da largada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.