?Baixinha? brilha na natação

A heroína brasileira no Mundial de Desportos Aquáticos de Fukuoka, no Japão, foi a pequena Nayara Ledoux Ribeiro, de 17 anos, 1,55 m e 47 kg. Com a delegação brasileira, a nadadora baiana desembarcou em São Paulo - onde fez conexão antes de embarcar para Salvador - com o melhor desempenho dos atletas do País na competição: foi finalista (oitava colocada) nos 1.500 m livre, batendo o recorde sul-americano da distância (16min32s18), que pertencia a Patricia Amorin desde 1989."Estrela brasileira? Justo eu, tão pequenininha...", brincou. "Para mim o Mundial serviu de laboratório porque não estava esperando fazer a final dos 1.500 m. Na verdade, até estava nos meus planos, mas sabia que era bem difícil porque as adversárias têm muita estrutura. Sem isso, fica bem difícil competir com países de ponta."Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.