Oliver Weiken/EFE
Oliver Weiken/EFE

Balotelli leva bronca do técnico por levar cartão

Atacante italiano tirou a camisa ao marcar o segundo gol contra o México

AE, Agência Estado

16 de junho de 2013 | 20h20

RIO - Herói da vitória italiana na estreia na Copa das Confederações, ao marcar o segundo gol nos 2 a 1 sobre o México, neste domingo, no Maracanã, o atacante Mario Balotelli levou uma bronca do técnico da Itália Cesare Prandelli por ter levado um cartão amarelo na partida. Ele foi advertido pelo árbitro após tirar a camisa para comemorar seu gol no segundo tempo.

"Todo mundo já cansou de ver os músculos de Balotelli, ele não precisa ficar mostrando-os a toda hora", disse Prandelli, mostrando bom humor na entrevista após a vitória no Maracanã. Antes, porém, ele deu a bronca em Balotelli ainda durante a partida. "Você tinha de levar esse cartão?", gritou o treinador para o atacante dentro de campo.

Em entrevista ainda em campo à emissora italiana Sky - não quis falar na saída do vestiário -, Balotelli admitiu ter levado uma bronca do técnico e fez uma promessa: "Juro que nunca mais vou tirar a camisa depois de fazer um gol". O atacante também revelou que não sabia da suspensão por apenas dois cartões amarelos na Copa das Confederações, o que já o deixa "pendurado".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.