Banespa já pensa na próxima temporada

Encerrada a Superliga de Vôlei, os atletas aproveitam para descansar e considerar as propostas para a próxima temporada. Nesta segunda-feira o time do Banespa/Mastercard desfilou em um carro do corpo de bombeiros em São Bernardo, antes de cada atleta seguir para um curto período de folga.Com a conquista do campeonato, os jogadores da equipe sabem que estão valorizados no mercado e que poderão melhorar seus contratos. A idéia do gerente de vôlei, José Montanaro Jr., é manter o time, mas ele sabe que será difícil segurar o elenco campeão estadual e brasileiro.A maior baixa é Nalbert, que está indo para o vôlei de praia. O atleta já tem três possibilidades de parceria, mas ainda não fechou patrocínio com ninguém. "Tenho muitos contatos, mas nada fechado. Vou tentar começar a treinar em 15 dias, já para me adaptar", diz o capitão, que tentará por dois meses se acertar na praia. "Se não conseguir a verba necessária para ter uma boa estrutura, vou repensar voltar para a quadra." Montanaro ainda não acredita que o campeão vá deixar a equipe: "Ele quer ir para a praia realizar um sonho, mas não é tão simples assim. Tem de ver se o quanto está disposto a pagar por esse sonho, se quer ser apenas mais um na praia. Afinal, na quadra ele é rei, mas na praia estará só começando." Quanto aos outros atletas, Montanaro pretende conversar com todos. "A vontade é manter o time. Sabemos que depois de um título como esse eles ficam supervalorizados e é difícil a concorrência. Também tem de ver se têm vontade de ficar. Cada um tem um objetivo diferente de vida." A próxima competição será a Copa São Paulo, em julho, que servirá de aquecimento para o Paulista, em agosto.Um dos atletas que têm convite para jogar fora do Brasil é o ponta Felipe, de 25 anos. "Tenho alguns convites aqui e um na Itália. Agora é conversar. Claro que gostaria de jogar lá fora, mas vou esperar a proposta do Banespa, que me deu oportunidade e é um clube que respeito muito. Com 25 anos um atleta já tem maturidade. Acho que é uma boa hora para pensar em jogar fora. Temos de pensar na vida financeira." As atenções do vôlei se voltam agora para a Seleção Brasileira, que inicia um novo ciclo olímpico até Pequim/2008 com a Liga Mundial no dia 27. Dos times que fizeram a final da Superliga, o técnico Bernardo Rezende convocou os atacantes Samuel, Roberto Minuzzi e Ezinho, do Minas; e Vinhedo, levantador do Banespa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.