Banespa quer dar troco no Náutico

Começa nesta sexta-feira as semifinais do Campeonato Paulista Masculino de Vôlei, em séries melhor-de-três jogos. O Banespa/Mastercard vai a Araraquara enfrentar o Náutico, às 20h, com transmissão do SporTV. O time da capital fez a melhor campanha da fase classificatória - teve apenas uma derrota e justamente diante do Náutico, que classificou-se em quarto lugar.Na última rodada classificatória, o Banespa somava 11 vitórias em 11 jogos. No 12º, perdeu no tie-break para Araraquara, o que deve esquentar este jogo. "Eles mostraram que vão brigar pela vaga e espero que a derrota tenha vindo no momento certo, quando ainda podíamos perder. Certamente esse resultado não deixará que a gente se acomode. Nas situações anteriores, todas as vezes em que estivemos atrás no placar conseguimos remar e reverter", diz Mauro Grasso, técnico do Banespa.Quem está empolgado para o jogo é Nalbert, totalmente recuperado de lesão no tornozelo. "Tiramos lições desta derrota e vamos trabalhar duro. O objetivo é continuar evoluindo para não pararmos na semifinal, pois queremos chegar bem à frente. Por isso, é fundamental estarmos 100% concentrados. Já vimos que não conquistaremos nada de forma fácil", alerta o capitão.A equipe do Interior, comandada por Romeu Beltramelli, acredita que a vitória pode ser conquistada se o time trabalhar com seriedade. "Foi isso que aconteceu no último jogo. Criamos uma situação e soubemos aproveitar o momento. Nem sempre isso é possível, mas temos de ter esse objetivo", destaca o treinador.Mesmo com o favoritismo dos adversários, Romeu promete luta. "Não há como negar isso e não se trata de jogar a responsabilidade no adversário. Na verdade, eu gostaria muito de ser favorito. Mas temos de jogar cada ponto com muita determinação e intensidade, rendendo o mais possível e com o objetivo de atrapalhar a vida do Banespa e vencer."A outra série semifinal em melhor-de-três começa a ser disputada no sábado, às 13h30, no ginásio do Morumbi, entre Ulbra/São Paulo e Wizard/Suzano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.