Felix Ordonez/Reuters - 14/08/2011
Felix Ordonez/Reuters - 14/08/2011

Barça e Real disputam 1ª taça da temporada

Equipe catalã está com a vantagem no superclássico hoje no Camp Nou entre os dois gigantes da Espanha

, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2011 | 00h00

BARCELONA - O primeiro título da temporada espanhola será decidido nesta quarta-feira (de Brasília, às 18h, com transmissão da Rádio Estadão ESPN), no Camp Nou, pelos dois únicos times do país que podem de fato aspirar a troféus. Barcelona e Real Madrid se enfrentarão na partida de volta da final da Supercopa da Espanha, e o time da casa leva a vantagem de poder empatar por 0 a 0 ou 1 a 1 - o jogo em Madri acabou 2 a 2.

Os confrontos entre os dois arquirrivais na temporada passada (dois pelo Campeonato Espanhol, dois pelas semifinais da Copa dos Campeões e um na final da Copa do Rei) foram carregados de tensão e polêmicas. Agora a história começa a se repetir. Jogadores do Barcelona reclamaram da violência de Pepe no Santiago Bernabéu; os do Real acusaram Daniel Alves de fazer teatro para tentar cavar faltas. E o técnico José Mourinho já vestiu novamente a pele de vítima.

Depois do jogo de domingo ele se recusou a dar entrevista coletiva e mandou o auxiliar Aitor Karanka em seu lugar. Ontem, véspera da partida, repetiu a dose. Instruído por Mourinho, Karanka disse domingo que o Real foi prejudicado pela arbitragem. É o mesmo discurso da temporada passada - o treinador português chegou a dizer que o Barça sempre era beneficiado pela Uefa, o que o levou a ser multado e suspenso pela entidade. Agora, pela atitude que tomou, parece que o tal "complô pró-Barcelona" se estendeu à Federação Espanhola.

O Barcelona disputa a final em inferioridade física, porque começou a pré-temporada mais tarde do que o rival e jogadores como Xavi e Messi tiveram pouquíssimo tempo de treino - o primeiro foi atrapalhado por uma lesão e o argentino por ter recebido férias depois da Copa América. Por isso, o técnico Pep Guardiola considerou "heroico" o desempenho da equipe no empate por 2 a 2 em Madri.

O meia Fábregas, recém-contratado do Arsenal, foi convocado para o jogo por Guardiola. "Ele treinou bem e está pronto para jogar. Decidirei amanhã se será titular", afirmou. O atacante chileno Alexis Sanchez está confirmado ao lado de Messi e Villa na frente - Pedro ficará no banco. Os brasileiros Daniel Alves e Adriano serão os laterais. Mourinho muda time. O Real Madrid terá uma alteração em relação ao time da primeira partida: o polivalente português Fábio Coentrão entrará no meio de campo em lugar do argentino Di Maria.

Como porta-voz de José Mourinho, Karanka garantiu que o time está muito confiante para conseguir o título em pleno estádio do Barcelona.

"Sabemos que o resultado do jogo de ida nos obriga a ganhar, mas temos certeza de que, se repetirmos a atuação que tivemos domingo, levaremos o troféu para Madri", disse.

Veja também

link Daniel Alves critica Pepe e nega amizade com o rival

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.