Xavier Bertral/EFE - 28/04/2006
Xavier Bertral/EFE - 28/04/2006

Barça e Real: farpas antes de outro clássico

Time madrilenho contesta escolha de árbitro alemão para apitar semifinal da Liga dos Campeões

, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2011 | 00h00

MADRI - Às vésperas de mais um superclássico, Real Madrid e Barcelona tratam de condicionar a arbitragem. O time madrilenho contesta a escolha do árbitro alemão Wolfgang Stark para apitar o primeiro jogo entre as duas equipes pela semifinal da Liga dos Campeões. Stark foi escolhido pelos jogadores da Primeira Divisão da Alemanha como o pior juiz do campeonato. Para completar, ele deu uma declaração, durante a Copa do Mundo da África, de que é fã de Messi, logo o principal jogador do rival catalão.

O Barcelona, que ainda não conseguiu bater o Real na maratona de clássicos que as duas equipes fazem (no primeiro, pelo Espanhol, 0 a 0, e derrota por 1 a 0 na final da Copa do Rei), contesta a arbitragem da decisão da última quarta-feira, em Valência. Para o técnico Josep Guardiola, o adversário levou o título só porque o auxiliar Fermín Martinez conseguiu enxergar um impedimento de dois centímetros de Pedro, em um gol anulado do atacante do time catalão.

Sergio Ramos, que deixou a taça da Copa do Rei cair e quebrar, retrucou o técnico do Barcelona. "Gostaria que esse fosse um jogo limpo, mas já se critica até uma decisão acertada da arbitragem", ironizou o lateral do Real.

O Barcelona também reclamou da grama do Estádio Santiago Bernabéu, palco do jogo desta quarta-feira. Para os catalães, ela é muito alta e atrapalha o toque de bola do atual líder do Campeonato Espanhol.

Veja também:

video ESPN - Ex-Real Madrid, Sávio não vê favorito para o clássico espanhol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.