Barcelona deixa sua marca em Leverkusen

Time de Messi derrota o Bayer por 3 a 1 e abre boa vantagem para o jogo de volta pelas oitavas, no Camp Nou

O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2012 | 03h04

O Barcelona não tomou conhecimento do Bayer Leverkusen e impôs com autoridade a vitória por 3 a 1, ontem, na casa do adversário, na abertura das oitavas de final da Copa dos Campeões. O jogo de volta acontece no dia 7 de março no Camp Nou. Com o resultado o Barça deixa bem encaminhada sua passagem para as quartas.

Alexis Sanchez fez o primeiro gol dos espanhóis, aos 41 do primeiro tempo. O lateral Kadlec empatou, aos 7 do segundo. Alexis cravou o segundo do Barça, aos 10 e, como não poderia deixar de ser, Messi fechou com o terceiro gol, aos 43, após boa trama com Daniel Alves.

Hoje, se quiser acabar com a sina de ser eliminado nas oitavas de final da Copa dos Campeões por equipes ingleses, como ocorreu nas últimas três vezes que participou do torneio, o Milan sabe que terá de fazer uma boa partida - e ganhar -contra o Arsenal no San Siro. Nas eliminações em 2008, 2010 e 2011, a equipe não conseguiu vencer em casa e pagou caro por isso.

Em 2008, o Milan até que conseguiu um bom resultado em Londres ao empatar sem gols com o Arsenal, mas no jogo de volta perdeu por 2 a 0 no San Siro. Dois anos depois, foi derrotado por 3 a 2 para o Manchester United em casa e na Inglaterra o vexame foi maior: 4 a 0. Ano passado, novo tropeço no San Siro. Derrota por 1 a 0 para o Tottenham em casa seguido de empate por 0 a 0 em Londres.

"Temos de jogar bem tecnicamente e saber que certos erros que temos cometido ultimamente não poderão repetidos. No ano passado, por exemplo, cometemos apenas um erro contra o Tottenham e perdemos", reconheceu o técnico Massimiliano Allegri.

Para a partida de hoje, ele voltou a relacionar Alexandre Pato um mês depois de o atacante sofrer uma lesão muscular na coxa esquerda. Mas não é certo que o brasileiro ficará no banco porque foram divulgados 21 nomes para 18 vagas. "Ele ficou quatro semanas parado, dificilmente poderá começar jogando. Talvez amanhã (hoje) eu mude de ideia e o coloque do início, veremos", desconversou Allegri.

Certo mesmo é o retorno do atacante Ibrahimovic. Suspenso por três partidas do Campeonato Italiano após dar um tapa em Salvatore Aronica, do Napoli, caberá a ele comandar o ataque italiano hoje. O sueco é artilheiro do Milan na temporada com 20 gols e, por isso, é aguardado com bastante expectativa o duelo com o holandês Robin Van Persie, que vive ótima fase no Arsenal e já balançou as redes 28 vezes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.