Barcelona e Real Madrid iniciam temporada com decisão de título

Times se enfrentam em dois jogos pela conquista da Supercopa; hoje, o duelo é no Santiago Bernabéu e, na quarta, no Camp Nou

, O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2011 | 00h00

MADRI

Barcelona e Real Madrid abrem a temporada espanhola reeditando a polarização do último ano. Hoje, às 16h30 (de Brasília), os dois times fazem o duelo de ida da Supercopa da Espanha, torneio rápido, mas que pode servir para medir o ânimo atual de cada dia rumo a mais um ano de desafios.

Os arquirrivais se enfrentaram cinco vezes na temporada passada e a Supercopa, na qual duelam o campeão da Copa do Rey (Real Madrid) e o campeão da Liga Espanhola (Barcelona), prevê mais dois duelos. Hoje, o encontro será no Santiago Bernabéu, em Madri. A final será quarta-feira, no Camp Nou.

Lionel Messi retornará à segurança de seu clube depois de uma decepcionante Copa América com a Argentina. O chileno Alexis Sánchez, que teve excelente ano na Udinese, pode estrear. E ainda há a expectativa da oficialização do retorno de Cesc Fábregas, que estava no Arsenal.

Entretanto, o campeão espanhol e europeu pode ter ausências importantes, como as de Xavi Hernández, Gerard Piqué e Sergio Busquets, todos lesionados.

O goleiro Víctor Valdés considera como "vital" o primeiro jogo entre os dois gigantes espanhóis. "Não estou preocupado com os desfalques da defesa. Temos substitutos bastante adaptados, que podem ir muito bem."

O Barcelona ganhou em maio a Liga dos Campeões, após uma vitória por 3 a 1 diante do Manchester United, em Londres. Também garantiu, pelo terceiro ano seguido, o Campeonato Espanhol, deixando os rivais madrilenhos na segunda posição.

Dado o excelente retrospecto, muitos falam da equipe de Pep Guardiola como uma das melhores da história do futebol. Os jogadores, entretanto, deixam estes registros no passado. "Não podemos viver de recordações. Este já é o momento de buscarmos novos objetivos e novos sonhos", destacou Valdés. "Damos à Supercopa a importância que tem. É o primeiro título que disputamos na temporada e queremos muito ganhá-lo."

O Real Madrid se reforçou com cinco jogadores, incluindo o lateral Fábio Coentrão (ex-Benfica) e os meias Nuri Sahin (que estava no Borussia Dortmund) e Hamit Altintop (ex-Bayern de Munique).

Sahin e Altintop não devem jogar, porque estão lesionados, assim como Sergio Ramos. "Teremos um bom elenco à disposição, mas não podemos nos permitir certos luxos", disse o técnico José Mourinho, abrindo espaço para possíveis resguardos. "Não queremos perder jogadores a duas semanas do início do Campeonato Espanhol."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.