Kim Kyung-Hoon/Reuters
Kim Kyung-Hoon/Reuters

Barcelona goleia Al-Sadd e decide Mundial de Clubes com o Santos

Time catalão não teve dificuldade para vencer por 4 a 0 na semifinal da competição no Japão

Leandro Silveira, Agência Estado

15 de dezembro de 2011 | 10h31

SÃO PAULO - O aguardado duelo entre

JOGO

Como de costume, o Barcelona iniciou a partida com a marcação adiantada e trocou passes no campo de ataque em busca de espaços na defesa adversária. Já o Al-Sadd tentava se defender e nem ameaçava passar do meio-de-campo. Assim, o time catalão dominou completamente a partida e começou a criar chances de gol. Na primeira delas, aos 14 minutos, David Villa não conseguiu completar cruzamento de Pedro.

O primeiro gol do Barcelona saiu aos 25 minutos após falha grosseira do goleiro Mohamed. Pedro cruzou na área e o zagueiro Belhadj ajeitou para o goleiro, que hesitou e chutou em cima de Adriano que, assim, abriu o placar da partida.

Em ritmo de treino, o Barcelona quase ampliou aos 33 minutos. Abidal passou para Villa, que tocou para Iniesta finalizar. Mohamed espalmou a finalização e Villa completou para as redes, mas a arbitragem não validou o gol, já que o atacante estava impedido. Pouco depois, Villa precisou deixar a partida, contundido, e foi substituído por Sánchez. O atacante sofreu uma fratura na tíbia esquerda e deve ficar fora de boa parte do restante da temporada 2011/2012 do futebol europeu.

Apesar dos seus principais jogadores, como Messi, não terem atuação destacada, o Barcelona marcou o segundo gol ainda no primeiro tempo, aos 43 minutos, ao aproveitar nova falha do Al-Sadd. O time catariano saiu jogando errado e Thiago ficou com a posse de bola. Ele passou para Adriano, que bateu colocado, com a bola entrando no canto direito da meta.

O Al-Sadd ameaçou pela primeira vez aos 44 minutos, com Keita, que avançou em velocidade em contra-ataque e driblou Mascherano e Abidal. O atacante finalizou da entrada da grande área para fora, por cima do gol. Aos 17 minutos, Messi cobrou falta colocado, no canto direito, e Mohamed fez boa defesa.

No lance seguinte, novamente com participação do argentino, o Barcelona fez o seu terceiro gol. Messi carregou a bola e deu passe preciso para Keita, que finalizou rasteiro, no canto direito, aos 19 minutos. E o Barcelona ainda marcou o quarto gol. Aos 35 minutos, Maxwell cobrou falta rápido para Thiago, recebeu de volta e finalizou cruzado, no canto direito da meta do goleiro Mohamed, que voltou a falhar.

Mesmo sem forçar, o Barcelona continuou criando chances de gol. Em uma delas, Messi tentou completar um cruzamento de Pedro com um toque de letra, mas furou. Assim, o Barcelona se garantiu sem qualquer problema na decisão do Mundial com a vitória por 4 a 0.

AL-SADD 0 x 4 BARCELONA

Al-SADD - Mohamed; Nadir Belhadj, Lee Jung Soo, Wesan e Kasola; Khalfan, Ibrahim, Koni e Talal (Al Yazidi); Keita (Al Haydos) e Niang (Yusef). Técnico: Jorge Fossati.

BARCELONA - Valdés; Adriano, Mascherano, Puyol e Abidal (Maxwell); Keita, Iniesta e Thiago; Pedro, Messi e David Villa (Alexis Sánchez, depois Cuenca). Técnico: Pep Guardiola.

Gols - Adriano, aos 25 e aos 43 minutos do primeiro tempo; Keita, aos 19, e Maxwell, aos 35 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Ibrahim e Kasola

Árbitro - Joel Aguilar (El Salvador).

Público - 66.298 espectadores.

Local - Estádio Internacional, em Yokohama (Japão).

Tudo o que sabemos sobre:
SantosfutebolMundialBarcelonaAl-Sadd

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.