Barco de Torben fica para trás na Volvo Ocean Race

O barco Ericsson 4, comandado pelo brasileiro Torben Grael, caiu na madrugada desta quarta-feira para a última posição da quarta etapa da Volvo Ocean Race, disputada entre Cingapura e a cidade de Qingdao, no noroeste chinês.Com a chegada à área de recifes dos Dangerous Grounds, no Mar da China, e a mudança de direção rumo ao norte, os barcos encontram inúmeros obstáculos, desde bancos de areia a objetos flutuantes, que obrigam as constantes mudanças de direções.Quem se aproveitou da situação foi o barco espanhol Telefónica Black, que pulou da quarta para a primeira posição, com uma rota mais ao oeste. Já a queda de posições do Ericsson 4 pode ter sido causada por um possível problema no percurso. A embarcação é a que está mais a leste da flotilha, muito próxima da ilha Palawan, nas Filipinas.Classificação dos barcos na quarta etapa da Volvo Ocean Race, às 10 horas (de Brasília):1. Telefónica Black, a 1.706 milhas náuticas de Qingdao2. Telefónica Blue, a 4 milhas do líder3. Puma Ocean Race, a 11 milhas do líder4. Ericsson 3, a 16 milhas do líder5. Delta Lloyd, a 29 milhas do líder6. Green Dragon, a 31 milhas do líder7. Ericsson 4, a 49 milhas do líderClassificação geral até a terceira etapa:1. Ericsson 4 - 39 pontos2. Telefónica Blue - 33,53. Puma Ocean Race - 31 4. Ericsson 3 - 24 5. Green Dragon - 22,5 6. Telefónica Black - 19 7. Team Russia (abandou a regata, por falta de verba) - 10,58. Delta Lloyd - 10

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.