Robert Galbraith/Reuters
Robert Galbraith/Reuters

Barco dos EUA tem virada incrível e vence America's Cup

Barco desafiante abre ampla vantagem durante a semana, mas perde para equipe comandada por Ben Ainslie

AE, Agência Estado

25 de setembro de 2013 | 18h29

SAN FRANCISCO - O troféu mais antigo em jogo no esporte continua nos Estados Unidos. Nesta quarta-feira, o Oracle Team USA, representando o Golden Gate Yacht Club, conseguiu uma vitória para entrar nos 162 anos de história da America''s Cup. Em San Francisco, estava perdendo a competição mais importante da vela oceânica para o desafiante Emirates New Zealand Team por 8 regatas a 1, mas conseguiu reverter a situação de forma incrível para vencer por 9 a 8, depois de 19 regatas válidas.

A America''s Cup é disputada desde 1851 entre dois barcos: o atual campeão e o desafiante. Em 2010, financiado pelo bilionário Larry Ellison (dono da Oracle e quinto homem mais rico do mundo, segundo a Forbes), o Golden Gate Yacht Club foi até Valência e venceu o Alinghi, da Suíça.

Para a edição 2013, três barcos se inscreveram como desafiantes: Artemis Racing (Suécia), Emirates Team New Zealand (Nova Zelândia) e Luna Rossa (Itália). Melhor para os neozelandeses, que venceram a seletiva sem grandes dificuldades.

Na final, em San Francisco, saíram em vantagem porque o Oracle perdeu dois pontos por "trapacear" no warm-up, no ano passado, quando competiu com peso adicional. Assim, os norte-americanos teriam que vencer 11 regatas para serem campeões em casa.

A competição começou com o barco da Nova Zelândia abrindo ampla vantagem. Após uma semana, havia vencido seis vezes, sempre com grande folga, contra duas vitórias apertadas dos norte-americanos - ambas descartadas por conta da punição. No último dia 18, os neozelandeses já tinham sete match points. Precisavam vencer uma regata em oito. Perderam todas.

Comandado pelo britânico ''Sir'' Ben Ainslie, maior velejador da história olímpica, com quatro medalhas de ouro, o time norte-americano reverteu a vantagem de forma surpreendente, a ponto de se tornar favorito mesmo atrás no placar. Dezoito dias depois do início da competição, nesta quinta, a vitória veio com 44 segundos de vantagem, para delírio da torcida que lotava a baía de San Francisco.

A vitória, porém, teve uma ajudinha da arbitragem. Nove regatas foram canceladas ou adiadas, a maioria delas em situações que acabaram por beneficiar o time norte-americano. Numa dessas regatas, o barco da Nova Zelândia liderava quando a regata foi cancelada por excesso de vento.

Este foi o segundo título do Golden Gate Yacht Club, que mantém os norte-americanos como maiores campeões da America''s Cup. Entre 1870 e 1995, só uma vez o título saiu dos Estados Unidos, ficando com um iate clube australiano. O maior campeão é o New York Yacht Club, que ficou invicto por 113 anos, conquistando 25 títulos.

Tudo o que sabemos sobre:
Americas Cup

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.