Reuters
Reuters

Barco espanhol fatura título simbólico das regatas internas na Volvo Ocean Race

Equipe garante a conquista ao chegar em terceiro lugar na Suécia

Estadão Conteúdo

17 Junho 2018 | 16h26

O veleiro espanhol da Mapfre conquistou neste domingo, com uma etapa de antecedência, o título simbólico da In-Port Race, disputa das regatas internas que acontecem durante a Volvo Ocean Race.

+ Morre aos 79 anos Axel Schmidt, primeiro brasileiro campeão mundial na vela

A equipe terminou em terceiro lugar em Gotemburgo, na Suécia, e já não poderá mais ser alcançada por nenhum adversário. A Mapfre foi a 61 pontos e abriu 11 de vantagem sobre o barco chinês Dongfeng Race, o segundo colocado, com 50.

A etapa interna de Gotemburgo foi vencida pela embarcação dinamarquesa/norte-americana do Vestas 11TH Hour Racing. O veleiro holandês Akzonobel, que tem a brasileira Martine Grael na tripulação, terminou em segundo lugar.

As disputas da In-Port Race acontecem sempre alguns dias após a chegada ao porto. E acaba servindo também como teste final dos barcos antes de seguir ao destino seguinte. O ranking das regatas internas serve como critério de desempate na classificação geral.

Hoje seria fundamental para o título da Mapfre. O veleiro espanhol divide a liderança da competição com os mesmos 65 pontos dos holandeses do Team Brunel. O Dongfeng aparece em segundo lugar, com um ponto a menos. O Akzonobel é o terceiro, com 53 pontos e já sem chances de título.

"Estamos muito felizes com esse resultado", disse Xabi Fernández, comandante da Mapfre. "Hoje (domingo) é um dia especial para nós. Estávamos planejando navegar nossa própria regata, mas no começo decidimos segurar o Dongfeng e tentar terminar com a série agora", informou.

Falta uma etapa para o término da Volvo Ocean Race. A largada rumo ao destino final em Haia, na Holanda, tem largada programada para a próxima quinta-feira e chegada prevista para o dia 30.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Vela

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.