Maria Muina / EFE
Maria Muina / EFE

Barco espanhol fecha em 5º etapa da Volvo Ocean Race e destaca ajuda brasileira

Veleiro espanhol relata dificuldades vividas nas África do Sul e falta de comida

Estadão Conteúdo

08 de abril de 2018 | 15h54

A equipe espanhola do Mapfre chegou na madrugada deste domingo em Itajaí, no litoral de Santa Catarina, e completou em quinto lugar a sétima etapa da Volvo Ocean Race, a regata de volta ao mundo.

+ Veleiro de Martine Grael chega em Itajaí e confirma 3º lugar na Volvo Ocean Race

+ Barco das Nações Unidas confirma 4º lugar na etapa de Itajaí da Volvo Ocean Race

O time comandado pelo campeão olímpico Xabi Fernandéz fez o percurso de 7.600 milhas náuticas entre Auckland, na Nova Zelândia, e o Brasil em 21 dias, 6 horas e 59 minutos. Foi o último veleiro a completar a prova.

O campeão da etapa que teve pontuação sobrada foi o Team Brunel, da Holanda, que chegou na terça-feira, em disputa acirrada com o veleiro chinês, do Dongfeng Race Team, que chegou 15 minutos mais tarde.

Apesar da segunda colocação, o Dongfeng assumiu a liderança da classificação geral no lugar do Mapfre, que caiu para segundo. "Precisamos retomar a liderança na próxima etapa e velejar melhor do que eles. Saímos de Auckland com seis pontos de vantagem e agora estamos um atrás", disse Xabi Fernandez.

O espanhol lembrou das dificuldades enfrentadas durante a etapa, quando tiveram problemas na vela. No Cabo Horn, o Mapfre precisou contar com a ajuda do veleiro brasileiro da família Schürmann, que passava pelo local.

"Foi uma das etapas mais duras que competi pelos mares do sul. Desde o começo tivemos problemas e planejamos uma parada no Cabo Horn. Tivemos a ajuda do veleiro Kat da família Schürmann", disse. "Foi muito difícil essa etapa, com frio, vento e problemas no barco. A ajuda da tripulação do Kat foi essencial para terminar a regata em Itajaí", complementou a também campeã olímpica Tamara Echegoyen.

O veleiro espanhol também precisou racionar comida na reta final da etapa. "Agora vamos comer bastante, pegar um pouco de sol e beber caipirinha", brincou o proeiro Ñeti Cuervas-Mons.

Tudo o que sabemos sobre:
Vela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.