Barco espanhol quase afunda e Brasil 1 assume 3ª posição

Após um problema na escotilha, o barco espanhol Movistar, comandado pelo holandês Bouwe Bekking, abandonou temporariamente a quarta etapa da Volvo Ocean Race, disputada entre as cidades de Wellington (Nova Zelândia) e Rio de Janeiro. Desta forma, o barco Brasil 1 assumiu a 3ª posição.Devido ao problema na escotilha, o barco espanhol começou a inundar e os integrantes foram obrigados a lançar um chamado de socorro. O Comitê organizador da etapa chegou a enviar uma mensagem de alerta aos barcos Brasil 1, ABN Amro 2 e Ericsson, para que eles se preparassem para um possível resgate. Mas, os integrantes do Movistar conseguiram controlar a situação e a água parou de entrar.Agora, o barco espanhol se dirige para a cidade de Ushuaia, na Argentina, para fazer os reparos necessários na embarcação. Com isso, o Movistar deve ser ultrapassado nas próximas horas pelos demais competidores. A liderança da etapa continua com o holandês ABN Amro 1.Veja a classificação após 11 dias e 12 horas de disputa:1.º - ABN Amro 1 (HOL) - Mike Sanderson 2.º - Pirates (EUA) - Paul Cayard 3.º - Brasil 1 (BRA) - Torben Grael 4.º - Movistar (ESP) - Bouwe Bekking 5.º - ABN Amro 2 (HOL) - Sebastián Jossé 6.º - Ericsson (SUE) - Neal Mc Donald

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.