Barco suíço perto da America?s Cup

O barco Alinghi, da Suíça, domina a Copa Louis Vuitton de Vela, competição da qual sairá o adversário da equipe da Nova Zelândia, atual campeã da America?s Cup, a mais tradicional da vela oceânica mundial, disputada há 152 anos. Depois de cumpridas cinco regatas do primeiro round robin (todos contra todos), o Alinghi, capitaneado por Russell Coutts, o homem que levou a Nova Zelândia à vitória na America?s Cup passada, lidera, com quatro pontos, seguido por três barcos - Oracle Racing,(EUA), Victory Challenge (Suécia) e One World Challenge (EUA) - todos com três pontos. Com dois pontos, estão o Stars and Stripes (EUA) e o Whigt Lightning (Grã-Bretanha). O italiano Prada Challenge tem um ponto, enquanto o outro barco italiano, Mascalzone Latino, e o francês Le Defi Areva ainda não pontuaram. Se o tempo ajudar, essa primeira etapa do torneio deve terminar sexta-feira. Nos confrontos de amanhã, enfrentam-se Le Defi Areva e Stars and Stripes; Oracle e One World; Victory e Prada: Whigt Lightning e Mascalzone Latino. O líder Alinghi não corre amanhã e sua tripulação descansa. Desde o início da Louis Vuitton, dois dias tiveram as regatas adiadas por excesso de ventos, já que a instabilidade do clime no Golfo de Hauraki, na Nova Zelândia, onde se disputam as provas, tem sido muito grande. Nesses dias, os ventos chegaram perto dos 30 nós/hora, quando o máximo permitido para se dar a largada é de 19 nós/hora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.