Barcos acaba com jejum e comemora a garra do time

O atacante Barcos voltou a ser o protagonista do Palmeiras. Ele, que não marcava havia mais de um mês, deixou sua marca duas vezes ontem e assim chegou aos 23 gols na temporada.

O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2012 | 03h02

Quando foi contratado, o argentino havia dito que sua meta era marcar 27 vezes no ano. E o então técnico Luiz Felipe Scolari havia prometido um churrasco caso o atacante alcançasse sua marca. O jogador não esqueceu a promessa do treinador, mas avisou que o mais importante é que seus gols ajudem o Palmeiras a sair da ainda difícil situação em que se encontra no Brasileiro. "O mais importante é tirar o time do rebaixamento, é isso que queremos", afirmou, satisfeito com a atuação da equipe. "Está diferente, com força e garra, e disposição de cada um."

Antes dos seus gols contra a Ponte Preta, Barcos havia balançado as redes em 19 de agosto, contra o Atlético-GO. Ontem acabou com o jejum.

Na terça-feira, o Palmeiras recebe o Millonarios, pela Copa Sul-Americana. E no sábado faz o clássico contra o São Paulo.

Ontem, antes do jogo, a Mancha Alviverde convocou a torcida a comparecer amanhã na Academia para apoiar as 'Diretas Já'. Vai ser votado entre os conselheiros a possibilidade de a eleição para presidente ser feita pelos associados. Caso o resultado seja positivo amanhã, a decisão final será votada pelos sócios. Se após isso for aprovado, as eleições de 2015 não serão mais feitas pelos conselheiros. / D.A.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.