Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Barcos e André Santos estreiam no Grêmio

Recém-contratada, dupla é a aposta do Tricolor gaúcho para bater o Huachipato pela Libertadores

PORTO ALEGRE, O Estado de S.Paulo

14 de fevereiro de 2013 | 02h00

PORTO ALEGRE - Vanderlei Luxemburgo fez mistério, fechou o treino à imprensa, mas é certo que o lateral-esquerdo André Santos e o atacante Barcos vão estrear hoje pelo Grêmio, no jogo contra o Huachipato, do Chile, pela primeira rodada da fase de grupos da Taça Libertadores. O jogo será às 19h45, na Arena.

A ordem do treinador é pressionar o adversário desde o início do jogo, válido pelo Grupo 8 da competição. Assim, André Santos vai assumir uma postura mais ofensiva, sem tanta obrigação de ajudar a marcação, enquanto que Barcos será a referência no ataque, principalmente nas jogadas pelo alto. Com 1,88 m, o argentino tem boa impulsão e presença de área.

O meia Zé Roberto, que atua pelo lado esquerdo do campo, é um dos mais empolgados com a estreia de André Santos. "Ele é um lateral de muito poder ofensivo, que cresceu na parte defensiva e virou um jogador completo. Quando se tem um lateral que marca e ataca bem, a qualidade da equipe aumenta", disse.

Zé Roberto, porém, terá de driblar a falta de entrosamento. André Santos e Barcos tiveram pouco tempo para treinar com os novos companheiros. "Ainda não estamos adaptados. O entrosamento só vamos adquirir durante os jogos, mas por se tratar de jogadores de qualidade, facilita para todo mundo. Temos um grupo forte e não estamos na Libertadores só para participar", afirmou.

Para Zé Roberto, o Grêmio tem as mesmas condições de ser campeão que os outros times apontados como candidatos. "Favoritos, se fôssemos apontar algum, seria somente o Corinthians, por ter mantido a base, ter trazido jogadores de qualidade e ser o campeão mundial. Os demais estão no mesmo nível."

No meio de campo, Luxemburgo só vai divulgar o companheiro do volante Souza momentos antes da partida. A dúvida é entre Adriano (recém-contratado do Santos) e Fernando. O goleiro Dida, ainda em processo final de recuperação de uma lesão no ombro direito, está fora do jogo. Marcelo Grohe será o titular.

Além de não querer desperdiçar pontos em casa, Luxemburgo exige a vitória para dar tranquilidade à equipe, que na quarta-feira vai ao Rio enfrentar o Fluminense, principal rival do grupo.

Para ajudar, o Huachipato não passa por um bom momento. Nas últimas três partidas do Campeonato Chileno, perdeu duas e empatou uma. Para o jogo de hoje, são três desfalques, todos lesionados: os defensores Claudio Uribe e Omar Merlo e o meia Lorenzo Reyes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.