Baresi confia nos 'reforços' para retomar o rumo

Para treinador, volta de jogadores como Alex Silva e Ricardo Olivera pode dar ao time a força que o São Paulo precisa

GIULIANDER CARPES, O Estado de S.Paulo

14 de setembro de 2010 | 00h00

SÃO PAULO - Sérgio Baresi esperava mostrar força contra o Botafogo para ganhar confiança e fazer os jogadores do São Paulo acreditarem que o time tem condições de chegar à zona de classificação à Copa Libertadores do próximo ano. Não deu - tomou 2 a 0, no Engenhão. Agora, a esperança do treinador é contar com "reforços" do próprio elenco para, enfim, ter desempenho melhor e manter o objetivo de chegar ao G-4 do Campeonato Brasileiro.

Veja também:

linkRicardo Oliveira treina e fica próximo de retorno

linkSão Paulo lança filme sobre seus 6 títulos nacionais

O técnico provavelmente já poderá ter um belo reforço na defesa contra o Internacional, quinta-feira, no Morumbi: Alex Silva. O zagueiro está em fase final de recuperação de artroscopia no joelho direito, ontem participou de um jogo-treino do time reserva e, se não houver nenhum retrocesso, fará dupla com Miranda - que não enfrentou o Botafogo porque estava suspenso - no próximo jogo. "O Alex está liberado clinicamente. Precisa só de um pouco de trabalho em campo para ganhar mais confiança", diz o médico José Sanches.

Com o retorno de Alex, Baresi pode começar a preparar uma alteração que previa na equipe assim que o São Paulo anunciou o retorno do lateral-direito Ilsinho. "Tenho uma ideia bem clara de como posso utilizar os dois no time", conta o treinador. "Há a alternativa de colocar o Ilsinho na segunda linha do time (a de meio-campo)."

Outro que está muito perto de retornar à equipe é Ricardo Oliveira. O centroavante sofre com uma tendinite no joelho esquerdo há duas semanas. Trabalha para voltar no clássico com o Palmeiras, domingo, mas, se já tiver condição de entrar em campo no treino de amanhã, pode até ter apressada sua volta no segundo tempo contra os gaúchos, quinta-feira.

Sequência paulista. O São Paulo não conseguiu ainda vencer nenhum dos atuais integrantes do G-4 - perdeu duas vezes para o Botafogo, uma para o Corinthians e empatou com Cruzeiro e Fluminense. Mas agora terá jogos no Estado para tentar se recuperar perto da torcida. Além do jogo de quinta-feira, ainda tem clássico com o Palmeiras, no Pacaembu, e joga, na sequência, com Guarani e Goiás, no Morumbi. Exceção feita ao Inter, que ainda sonha com o título brasileiro, os demais adversários têm condições apenas para sonhar com metas menos ambiciosas na competição nacional.

"Apesar da última derrota, nosso próximo objetivo ainda é ingressar na zona de classificação à Libertadores. Esta sequência pode nos alavancar no campeonato", confia Baresi. "Acho que temos time para nos recuperar outra vez."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.