AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Basquete: Brasil se concentra no bronze

As meninas nem tiveram muito tempo para lamentar a derrota contra a Austrália, nesta sexta-feira, por 88 a 75, que tirou o Brasil da disputa do título olímpico no basquete. Já é hora de pensar na Rússia, adversária deste sábado, a partir das 8 horas (horário de Brasília), na disputa pela medalha de bronze. O ouro vai para as australianas ou as norte-americanas, que se enfrentam às 10h15. A pivô Alessandra deixou a quadra chorando nesta sexta-feira. Quando a Austrália redobrou a marcação sobre ela, a pivô brasileira de 2,00 metros perdeu a mobilidade e o Brasil foi dominado. "Algumas horas eu nem via onde estava a cesta. Toda vez que eu pegava a bola tinham duas, três jogadoras me marcando. Hoje pecamos ao concentrar o ataque em duas ou três atletas", admitiu a jogadora. Concentrado sob o garrafão, o jogo do Brasil vem tendo um problema durante toda a Olimpíada: a equipe não apresenta pontaria certeira de média e longa distâncias. As bolas da linha dos três pontos, que sempre caracterizaram o jogo brasileiro, não vem saindo. O técnico Antônio Carlos Barbosa não encontra explicação para isso. "O que fazer para essa bola cair? Treino, fizemos bastante, caracteristicamente sempre tivemos grandes arremessadoras. Tem coisas que não se consegue explicar de maneira técnica. Mas confio que a bola caia na partida contra a Rússia", afirmou. Barbosa acha que o Brasil jogou bem na semifinal, mas não foi suficiente para vencer o forte time australiano. Ele destacou que, apesar da derrota, a seleção brasileira está entre quatro melhores da Olimpíada. "Não temos tempo para não perder o foco de uma medalha que é extremamente honrosa também, a de bronze", avisou. Para Adrianinha, o Brasil fez um jogo apenas regular contra a Austrália. "Foi mérito delas. Mas uma medalha é uma medalha. Em Sydney levamos o bronze e foi muito importante. Vamos tentar levar o bronze aqui também", disse a armadora.

Agencia Estado,

27 Agosto 2004 | 17h30

Mais conteúdo sobre:
olimpíada 2004 olimpíada

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.