Sergio Perez/Reuters
Sergio Perez/Reuters

Basquete feminino cai diante da França na estreia dos Jogos

Seleção brasileira perde por 73 a 58 depois de fazer jogo equilibrado na primeira metade para depois se cansar e permitir derrota

O Estado de S. Paulo

28 de julho de 2012 | 18h02

LONDRES - A seleção feminina de basquete estreou mal na Olimpíada de Londres. A equipe comandada pelo técnico Luis Cláudio Tarallo perdeu por 73 a 58 da França, neste sábado, num dos jogos mais importantes da primeira fase justamente pela semelhança de força entre as equipes.

Essa foi a segunda derrota brasileira para a França em menos de dez dias. No último dia 20, as europeias venceram um amistoso de preparação para a Olimpíada disputado em Lille por 67 na 57.

O inusitado é que em sua estreia olímpica o time brasileiro começou bem e chegou a abrir sete pontos de vantagem no segundo período. Mas perdeu a concentração e o poder de fogo a partir do segundo tempo. Ainda em reconstrução depois da saída de uma de suas jogadoras mais importantes, a ala Iziane, cortada por indisciplina na semana passada, a equipe apresentou um aproveitamento de apenas 34% em chutes de dois pontos e de 27% nos três pontos.

Com a ausência de Iziane, a pivô Érika se tornou a maior referência ofensiva brasileira. Contra a França, ela fez um bom primeiro tempo, com 11 pontos, mas caiu de produção e anotou apenas mais seis até o final do jogo. A cestinha da partida foi a armadora francesa Dumerc, com 23 pontos.

Apesar dos erros constantes, as brasileiras conseguiram manter o jogo equilibrado até o final do terceiro período, que terminou com vantagem francesa de três pontos (52 a 49). Nos últimos dez minutos, as europeias deslancharam de vez e o time de Tarallo perdeu qualquer chance de recuperação com o acúmulo de falhas em passes laterais, andadas e até mesmo bandejas diante de frágil marcação. Sem dificuldade, a França fechou o jogo com 15 pontos de vantagem.

O Brasil volta à quadra nesta segunda-feira, às 12h45 (de Brasília), contra a Rússia, medalhista de bronze nas duas últimas olimpíadas e que estreou em Londres com vitória sobre o Canadá por 58 a 53. Os outros adversários brasileiros na primeira fase são, na ordem, Austrália (três vezes vice-campeã olímpica), Canadá e Grã-Bretanha. As quatro primeiras colocadas avançam na competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.