Basquete feminino crê em renovação no Sul-Americano

Com uma média de 22,9 anos de idade, a seleção brasileira feminina de basquete chega para o Campeonato Sul-Americano de Mendoza, na Argentina, confiando na juventude para chegar ao 24.º título da competição, que seria o 14.º consecutivo. Renovada, a equipe tem em Fernanda Bibiano e Jaqueline as mais velhas, com 27 anos, mas é a pivô Franciele, de 25 anos, a mais experiente com a camisa verde a amarela.

AE, Agência Estado

30 de julho de 2013 | 18h48

"Achei engraçado quando me disseram que eu era mais experiente da seleção. Eu sou muito nova e é a primeira vez que essa situação acontece. Tem muita cara nova aqui, mas todas estão demonstrando muita responsabilidade. Vamos juntar aqui o pouquinho de experiência de algumas, com a vontade de se doar ao máximo das novinhas. Assim como tive a oportunidade de conviver com jogadoras mais velhas e experientes do que eu, estou sempre disposta a passar um pouco dessa vivência para elas", comentou.

Outra das jovens jogadoras, mas com boa experiência pela seleção, Damiris chega ao Sul-Americano com a responsabilidade de ser um dos destaques da equipe, mesmo aos 20 anos. "É uma seleção bem nova, mas ainda assim mais velha do que eu. Eu a Joice somos as mais novas. Tudo na minha vida aconteceu muito rápido e quando fui convocada pela primeira vez para uma seleção adulta fiquei muito feliz. É o que muitas estão passando aqui hoje", lembrou.

O Brasil irá integrar o Grupo A desta edição do Sul-Americano. Depois de estrear contra o Chile nesta quarta-feira, o time brasileiro enfrentará o Peru na quinta, às 14h30 (de Brasília), mesmo horário do duelo de sexta contra a Colômbia.

Já o Grupo B da competição contará com Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela, sendo que os quatro primeiros colocados do torneio irão garantir vaga na Copa América do México. Esta competição ocorrerá entre 23 a 28 de setembro e vai assegurar aos três melhores países da disputa um lugar no Mundial da Turquia, em 2014.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.