Divulgação
Divulgação

Basquete masculino estreia no Pan e mira lugar no pódio

Equipe de Ruben Magnano não conta com estrelas da NBA

Marcio Dolzan, ENVIADO ESPECIAL A TORONTO, O Estado de S. Paulo

20 de julho de 2015 | 23h50

Enquanto espera pela definição sobre a vaga direta na Olimpíada do Rio-2016, a seleção masculina de basquete inicia nesta terça, a partir das 11h30 (horário de Brasília), contra Porto Rico, sua participação nos Jogos Pan-Americanos. Apesar de o time não contar com os jogadores que atuam na NBA, o técnico Ruben Magnano acredita que o Brasil vai brigar por medalha.

“A equipe trabalhou mais de um mês justamente para ter objetivos de excelência. A competição é importante para dar experiência aos jogadores novos. Esperamos fazer o melhor”, disse ontem o treinador. “No momento em que você se prepara para isso as condições estão dadas. Vamos ver se estamos à altura da competição para brigar por uma medalha.”

Ruben Magnano não escondeu que o imbróglio envolvendo a vaga direta nos Jogos do Rio-2016 incomoda. “Eu ainda estou esperando, não tenho uma resposta firme que nós já estejamos nos Jogos Olímpicos. Desde que acabou o Mundial e surgiu essa questão eu vivo num estado de dúvida, e é claro que atrapalha o trabalho.”

No feminino, o Brasil se despediu o ontem com nova derrota. O time levou 66 a 62 de Cuba na disputa do bronze e terminou a competição com três derrotas em cinco jogos.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos Pan-Americanos, basquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.