Bassul defende política para fortalecer clubes

O técnico da seleção brasileira feminina de basquete, Paulo Bassul, observa que se a Lei Piva (2% dos prêmios de todas as loterias federais) resolveu o problema das confederações e das seleções olímpicas, os clubes ainda se ressentem de uma política esportiva. "Nos EUA, o incentivo é para escolas; na Europa, para os clubes. Há dez anos tínhamos todas as brasileiras e até estrangeiras de ponta no Nacional. O êxodo é econômico. Se houvesse fluxo de investimentos, elas voltariam."

O Estadao de S.Paulo

19 de janeiro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.