Beisebol brasileiro ganha toque sutil

No campo, são sempre 17 meninos e ela. Mas Simone Suetsugu já está acostumada com o fato de ser uma "estranha" nos jogos de beisebol, uma versão esportiva do Clube do Bolinha. As regras dizem que meninas só podem jogar até os 12 anos. Depois, são obrigadas a rumar para o softbol, feito só para elas, com campo menor e bolinhas maiores, com um jogo bem mais lento, dentre outras várias diferenças.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.