Beisebol dos Estados Unidos ameaça abandonar o Pan

Jogos vêm sendo adiados desde o começo da competição; equipe norte-americana só fica no Rio até sexta

Vinícius Saponara, do estadao.com.br,

17 de julho de 2007 | 17h45

A organização dos Jogos Pan-Americanos do Rio pode ter um grande problema se São Pedro não der uma ajuda para que a chuva pare. Por conta do temporal que caiu na noite de segunda, os dois campos de beisebol ficaram impraticáveis, toda a rodada desta terça-feira foi adiada para quarta e, se continuar assim, a seleção dos Estados Unidos já ameaça deixar a competição mesmo que ela não termine - a final está prevista para quinta-feira.  Veja também:- Leia todas as notícias sobre a competição Confira o quadro de medalhas do Pan 2007 Conheça os detalhes das modalidades em disputa - Veja a galeria de fotos Logo pela manhã, às 9 horas, no campo 1, Venezuela e México terminarão a partida que está empatada em 2 a 2 na nona entrada. Cerca de 30 minutos depois de encerrado o confronto, o Brasil enfrentará os norte-americanos. No campo 2, também às 9 horas, haverá o duelo entre Nicarágua e República Dominicana. Tudo isso tem de acontecer pela manhã, já que as semifinais estão marcadas para o período da tarde. Se chover mais no Rio, e a previsão da meteorologia é de tempo nublado com possíveis pancadas de chuva, os jogos desta quarta podem ser adiados novamente. Paul Seiler, diretor-executivo da Confederação Norte-Americana de Beisebol, já avisou que a delegação só poderá ficar no Rio até a manhã desta sexta. "Estamos com as passagens compradas para a noite de sexta. Não teremos como ficar aqui no Brasil por mais tempo. Já temos amistosos marcados contra a China, no Alabama (Estado norte-americano), a partir deste domingo. Não sei o que irão fazer se chover mais", revelou o dirigente, que confirmou que não havia a mínima possibilidade de jogar nesta terça. "Zelamos pela integridade físicas dos jogadores. Na grama, meu pé ficou de água até a canela. Não dá para jogar assim." A organização reza para a chuva não voltar, já que os problemas nas arenas montadas na Cidade do Rock estão se acumulando a cada dia. Para começar, o sistema de iluminação foi desaprovado e os jogos tiveram de ser remarcados para o período da manhã. Fora isso, a infra-estrutura é precária e os jogadores têm de andar no meio da lama para chegar aos vestiários, como aconteceu nesta terça. Quem mais lamentou o adiamento da partida foi o time brasileiro. Com um pouco de malícia e um forte jogo defensivo, os atletas tinham certeza de que poderiam bater os norte-americanos. "Seria difícil, mas a gente daria um jeitinho para ganhar deles. Faríamos eles correrem mais nesse campo escorregadio", afirmou o jardineiro Tiago Magalhães.

Tudo o que sabemos sobre:
Pan 2007beisebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.