Belga bronze no Mundial de Judô é pega no antidoping

A judoca belga Charline Van Snick revelou nesta segunda-feira que deu positivo para cocaína em um exame antidoping realizado durante o último Mundial, disputado em agosto, no Rio. A lutadora da categoria até 48kg, a mesma da campeã olímpica Sarah Menezes, porém, alega inocência.

AE-AP, Agência Estado

14 de outubro de 2013 | 09h45

Van Snick explicou que foi informada do resultado do exame antidoping pela Federação Internacional de Judô. No Rio, a judoca belga conquistou a medalha de bronze. O resultado foi o mesmo dos Jogos Olímpicos de Londres, no ano passado, quando perdeu nas semifinais para Sarah.

A belga, porém, garante ser inocente e nega ter utilizado substâncias ilegais de forma consciente. "A notícia me surpreendeu totalmente", disse, em entrevista à uma rádio belga, Van Snick, que solicitou a análise da contraprova e pode ser suspensa por até dois anos, além de perder a medalha conquistada no Rio, em razão do caso de doping.

Tudo o que sabemos sobre:
judôCharline Van Snickdoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.