Bellucci vira sob 8º do mundo e é bi na Suíça

Em Gstaad, brasileiro conquista virada sobre sérvio Janko Tipsarevic e parte para as Olimpíadas cheio de otimismo

O Estado de S.Paulo

23 de julho de 2012 | 03h07

Thomaz Bellucci se sagrou bicampeão do Torneio de Gstaad, ontem, ao derrotar o sérvio Janko Tipsarevic, de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (6/8), 6/4 e 6/2. O brasileiro, que já havia vencido no saibro suíço em 2009, faturou seu terceiro título de nível ATP - também foi campeão em Santiago, em 2010.

A vitória deste domingo coroa a reação do brasileiro no circuito, depois de uma forte queda de rendimento no primeiro semestre. Bellucci iniciou sua reabilitação no início do mês, quando faturou o Challenger de Braunschweig, da Alemanha. O título em Gstaad é o segundo em menos de 20 dias.

O resultado teve sabor de vingança para o brasileiro, que havia sido derrotado por Tipsarevic nas semifinais do Torneio de Stuttgart, na semana passada. Às vésperas dos Jogos de Londres, onde será o único representante do Brasil na chave de simples, Bellucci deve voltar ao Top 40 do ranking, após cair para 80º, há cerca de um mês.

"Estou muito feliz. Janko jogou muito bem. Foi difícil vencê-lo", comemorou o brasileiro, que agradeceu o apoio do técnico Daniel Orsanic. "Gostaria de agradecer ao Orsanic. Quando estou em quadra, não estou sozinho, porque jogamos juntos".

"Queria agradecer a todos, Gstaad é um lugar muito especial para mim porque ganhei meu primeiro título aqui, três anos atrás. Na época, foi uma surpresa, uma conquista inesperada", disse o paulista.

" As pessoas aqui são muito amigáveis. Espero estar de volta no próximo ano e vencer novamente aqui", ressaltou o bicampeão, que chegou a beijar o saibro logo após conquistar a vitória sobre Tipsarevic, atual número oito do mundo.

O jogo. A decisão deste domingo teve um início tenso para o brasileiro. Bellucci perdeu o saque logo no segundo game, mas conseguiu reagir e devolver a quebra logo na sequência. Os dois tenistas ainda faturaram uma quebra cada até o tie-break, quando o brasileiro chegou a abrir 6/1 no placar. Ele, contudo, desperdiçou os cinco set points e ainda viu Tipsarevic aproveitar sua única chance.

Sem desanimar, Bellucci se manter estável em quadra até converter a única chance de quebra do segundo set, quando perdia por 5/4. Mais confiante, o brasileiro não cedeu nenhuma chance ao rival e fechou o set, empatando a partida.

A vitória na parcial era o que faltava para embalar Bellucci. Cada vez mais consistente nos golpes, ele começou bem o terceiro set e faturou uma quebra logo no início, fazendo 3/0. Tipsarevic bem que se esforçou e chegou a salvar dois match points.

No entanto, o europeu cometeu uma dupla falta que o colocou novamente em cheque. Embalado, Bellucci fechou o terceiro set e garantiu o título, sem sofrer ameaças, após 2h24min de duelo. Na sexta-feira o tenista se junta à delegação brasileira para a abertura das Olimpíadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.