Ben Ainslie assume comando de barco na America's Cup

Maior nome da história da vela olímpica, o britânico Ben Ainslie agora tem a chance de entrar também para o hall dos grandes nomes da vela oceânica. Nesta quinta-feira, a equipe norte-americana Oracle anunciou que o campeão olímpico da classe Finn em Londres/2012 é o novo tático do time na final da America''s Cup.

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2013 | 14h56

A competição é a mais importante da vela oceânica e chega neste ano à sua 34ª edição, como segunda taça há mais tempo em disputa no esporte em todo o mundo. Na final, o barco detentor do título (no caso o Oracle Team USA, vencedor em 2010) enfrenta quem se classificar a partir de uma seletiva, num confronto barco a barco.

Ainslie, dono de quatro medalhas de ouro olímpicas e do título de Sir concedido pela rainha Elizabeth, anunciou no fim do ano passado que trocaria a Finn pela experiência na America''s Cup. Mas nas cinco primeiras regatas ele foi só mais um dos integrantes do estrelado time norte-americano.

A decisão pela mudança na equipe veio depois que o Oracle venceu a quarta regata, domingo, mas perdeu os pontos por ter recebido uma punição. Assim, depois de cinco pernas, o Team New Zealand (Nova Zelândia) tem 4 a 0 no placar. Para reverter este quadro, Ainslie foi alçado a tático no lugar de John Kostecki.

Ele já estreia no novo posto nesta quinta-feira, quando estão previstas duas regatas em San Francisco. A competição segue pelo menos até domingo, até que um dos barcos some nove pontos. Outras regatas estão agendadas até o próximo dia 21, se necessário.

Ainslie se tornou o maior medalhista da história das olimpíadas na vela ao conquistar o seu quarto ouro seguido, em agosto, em Weymouth, palco da modalidade em Londres/2012. Ele também faturou uma medalha de prata nos Jogos de Atlanta, em 1996, quando disputou nos Estados Unidos pela primeira vez uma Olimpíada.

Em 1996, Ainslie tinha apenas 19 anos e foi superado por Robert Scheidt na classe Star. Naquela ocasião, o iatista acabou induzindo o britânico a cometer uma falta, no início da última regata, e depois partiu para o ouro. E aquela foi a última vez que Ainslie não ficou no topo do pódio em olimpíadas, sendo que nos Jogos de 2000, em Sydney, ele deu o troco em Scheidt e faturou a medalha dourada.

Por causa do seu histórico vitorioso como atleta, Ben Ainslie foi escolhido para ser o primeiro atleta a carregar a tocha olímpica em seu percurso no território britânico, assim como ganhou a honraria de ser o porta-bandeira de sua nação na cerimônia de encerramento da Olimpíada de Londres.

Tudo o que sabemos sobre:
Ben AinslieAmericas Cup

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.