Benfica e Porto batem boca por causa de Luisão

Agressão do brasileiro a um juiz em amistoso na Alemanha provoca feia discussão pública entre os presidentes dos clubes

LISBOA, O Estado de S.Paulo

19 de agosto de 2012 | 03h04

O Campeonato Português começou quente fora de campo. Tudo por causa do zagueiro Luisão, do Benfica, acusado de agredir um árbitro durante amistoso que o clube fez na Alemanha. O presidente do Porto, Nuno Pinto da Costa, disse em entrevista que o fato era "um desses episódios que fazem o futebol ter imagem ruim" e pressionou a federação para que punisse o brasileiro. "O caso é uma vergonha", afirmou.

A resposta do presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, foi dura. "Vergonha é ser condenado por corrupção esportiva e o país saber que houve quem corrompeu os árbitros com prostitutas e outros estratagemas", disse lembrando o escândalo que envolveu Pinto da Costa em 2008.

Em campo, o Benfica, jogando em casa, só empatou com o Braga por 2 a 2. Salvio e Oscar Cardozo marcaram para o Benfica e Melgarejo e o brasileiro Mossoró, para o Braga. E o Marítimo bateu o Rio Ave por 1 a 0.

Hoje, os outros dois clubes grandes de Portugal jogam: Gil Vicente x Porto e Vitória de Guimarães x Sporting

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.