Bjorn Borg decide leiloar seus troféus de Wimbledon

Bjorn Borg, tenista sueco campeão em Wimbledon cinco anos seguidos - 1976, 1977, 1978, 1979 e 1980 -, decidiu leiloar justamente os troféus mais significativos de sua carreira, todos conquistados no torneio em Londres. Perto de completar 50 anos, ele alega que ?precisa de segurança financeira? e espera arrecadar, no dia 21 de junho, entre 290 mil euros (R$ 732 mil) e 435 mil euros (R$ 1,1 milhão). ?Obviamente, não é fácil se desfazer de troféus que simbolizam um esforço tremendo, tanto física quanto emocionalmente?, afirmou Borg. Sua esperança é que um colecionador adquira os troféus e depois coloque em um museu ?para serem apreciados por um número mais amplo de pessoas?.Borg também vai se desfazer de duas raquetes da marca Donnay, com as quais disputou as finais de Wimbledon em 1976 - contra o romeno Ilie Nastase - e a de 1980 - contra o norte-americano John McEnroe.Número 1 do mundo em agosto de 1977, considerado por muitos ?campeão supremo do tênis mundial?, Borg conquistou 62 títulos de simples como profissional. Além de vencer na grama de Wimbledon, ganhou seis vezes no saibro de Roland Garros, em 1974, 1975, 1978, 1979, 1980 e 1981.Mas em sua época o tênis pagava bem menos em premiação. Ele faturou US$ 3,6 milhões (R$ 7,6 milhões) na carreira. O atual número 1, o suíço Roger Federer, de 24 anos e com 35 títulos de simples, tem US$ 21 milhões (R$ 44,4 milhões) conquistados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.