Boa desperdiça pênalti e Náutico vence em Caruaru pela Série B do Brasileiro

Mesmo com triunfo, time pernambucano permanece na vice-lanterna com 23 pontos

Redação, Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2017 | 19h34

Em um jogo amarrado e de muita marcação, o Náutico conseguiu vencer o Boa por 2 a 0 no estádio Luiz Lacerda, o Lacerdão, em Caruaru (PE). Com gols de Rafael Oliveira e Dico, o time de Roberto Fernandes encerrou a sequência de três derrotas consecutivas na Série B do Campeonato Brasileiro. O goleiro Jeferson defendeu um pênalti de Fellipe Mateus no segundo tempo e também foi fundamental para o resultado positivo nesta 27.ª rodada.

+ Vila Nova busca empate com Brasil de Pelotas no fim e se mantém no G4 da Série B

Esta foi a segunda partida do Náutico longe da Arena Pernambuco, alugada para um evento religioso, e o time já tinha perdido para o Internacional por 1 a 0 no final de semana passado. Com 23 pontos, os pernambucanos seguem na vice-lanterna, enquanto o Boa estacionou nos 37 pontos e viu a sua reação ser freada: o clube vinha de quatro jogos sem perder, com três empates e uma vitória.

A primeira oportunidade do jogo aconteceu com apenas 30 segundos de bola rolando. Em um cruzamento da esquerda, Rafael Oliveira ganhou da marcação na dividida e saiu frente a frente com o goleiro, mas Fabrício conseguiu fechar o ângulo do atacante dentro da pequena área. A resposta do Boa veio seis minutos depois. Em contra-ataque rápido, Rodolfo ficou no mano a mano com o zagueiro e bateu forte, mas ela saiu por cima do gol de Jeferson.Com 20 minutos, Ávila recebeu pelo alto dentro da grande área e ajeitou o corpo para bater, mas a bola tocou no braço de Casagrande e o árbitro Thiago Duarte Peixoto marcou a penalidade. Na marca fatal, Rafael Oliveira teve frieza para deslocar o goleiro Fabrício e bater no cantinho direito, abrindo o placar. O Náutico poderia ter ampliado ainda no primeiro tempo, mas Giovanni desperdiçou uma oportunidade cara a cara com o goleiro.

+ D'Alessandro marca 2, Inter vence 8ª seguida em casa e dispara no topo da Série B

No último lance da primeira etapa, o atacante Rafael Oliveira levou a pior numa dividida com Lucas Assis pelo alto. Apesar de não se chocarem, ele caiu de forma estranha e reclamou muito de dores no joelho esquerdo. O lance assustou os jogadores e ele foi substituído pela meia Dico. A lesão mexeu com o time de Roberto Fernandes, já que ele avançou um pouco mais Gilmar e congestionou o meio de campo.

O Boa começou o segundo tempo com mais posse de bola, mas sem espaço para encontrar uma brecha na marcação do Náutico. Em uma cobrança de falta pela esquerda, a bola tocou no gramado e no braço de Gilmar dentro da área. Novo pênalti, desta vez para o time mineiro. Na cobrança, porém, Fellipe Mateus jogou na mão de Jeferson, que espalmou aos 35 minutos e viu os zagueiros pernambucanos completarem o serviço.

Aos 44 minutos do segundo tempo, Dico recebeu pelo alto, conseguiu o domínio e partiu para a jogada individual. Totalmente desarrumado, o Boa Esporte tentou se recompor e o volante Geandro chegou para tentar o desarme, mas acabou perdendo para o meia na velocidade. Sem ângulo, ele soltou o pé pelo lado esquerdo e a bola entrou no ângulo do goleiro Fabrício. Um golaço do Náutico, que fechou a fatura.

Na sexta-feira, às 19h15, o Boa recebe o Paysandu em Varginha (MG) no estádio Melão, pela 28.ª rodada da Série B. Já o Náutico viaja para Goiânia, onde vai enfrentar o Goiás no Serra Dourada, às 21h30.

FICHA TÉCNICA:

NÁUTICO 2 X 0 BOA

NÁUTICO - Jeferson; Suelinton, Aislan, Léo Carioca e Henrique Ávila (Manoel); Amaral, Rafinha, Giovanni (Leilson) e Diego Miranda; Rafael Oliveira (Dico) e Gilmar. Técnico: Roberto Fernandes.

BOA - Fabrício; Ruan, Caíque, Douglas Assis (Júlio Santos) e Paulinho; Geandro, Diones e Fellipe Mateus; Thaciano (Reis), Casagrande (Wesley) e Rodolfo. Técnico: Nedo Xavier.

GOLS - Rafael Oliveira, aos 20 do primeiro tempo. Dico, aos 44 do segundo.

ÁRBITRO - Thiago Duarte Peixoto (SP).

CARTÕES AMARELOS - Aislan (Náutico); Caíque, Douglas Assis, Geandro e Rodolfo (Boa).

RENDA - R$ 23.880,00.

PÚBLICO - 2.144 pagantes.

LOCAL - Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru (PE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.