Bob e Mineirinho: inimigos na pista

Dois dos maiores astros do skate brasileiro não param de trocar farpas antes de voarem na final do half pipe

Daniel Brito, O Estadao de S.Paulo

26 de abril de 2008 | 00h00

Parece discurso ensaiado. "Isso é coisa da mídia", repetem Sandro Dias, o Mineirinho, e Bob Burnquist à pergunta sobre a rivalidade entre ambos. Dois dos maiores expoentes do skate brasileiro, que desde ontem voam sobre o half pipe (pista em formato de U) do X Games, no Sambódromo do Anhembi, podem até negar, mas a convivência já não é a mesma.Eles se apresentaram ontem nas eliminatórias do skate vertical e se classificaram para a segunda fase, a ser disputada hoje, às 11h30. Bob ficou em quinto, com 81,55 pontos, seguido de Mineirinho, com 80,33. Digo Menezes foi o melhor do dia, após fazer a manobra 720º e receber nota 85,66. A final da categoria é amanhã.Mineirinho e Bob foram os últimos a entrar na pista e não se olharam. Eles não se cumprimentaram e mantiveram distância um do outro nos intervalos das apresentações. No dia anterior, durante entrevista coletiva de apresentação do X Games, Bob se recusou a sentar ao lado do rival - em frente ao painel dos patrocinadores - sob o pretexto de ter chegado atrasado à coletiva.RUSGASMas é nas entrevistas de Bob que a rusga fica ainda mais aparente. A começar pela pista onde está sendo disputado o X Games. Ela custou R$ 200 mil a Mineirinho, que a cedeu à organização. Na coletiva de quinta, o dono do half disse: "Não é porque a pista é minha, mas ela está muito boa", elogiou. Ontem, Bob discordou. "Este half é mais ou menos. Ele é bem entediante, e não tem nada de melhor do mundo como o Mineirinho disse da própria pista", alfinetou.Bob ainda enxerga uma vantagem de Mineirinho por competir sob seu equipamento. "Isto é mais que óbvio." O dono do half, por sua vez, tem outro ponto de vista. "Só desço neste half em competições, eu não treino nele. Andei tanto quanto os demais competidores", defendeu-se.A mágoa de Bob parece ser originária do Rio Vert Jam, disputado em fevereiro, no Rio de Janeiro. Ele foi campeão ao desbancar Mineirinho, que alegou um desarranjo intestinal. "Quando ele estava na pista não parecia doente. Muito pelo contrário, voou alto e esteve muito bem", afirmou.Mais um indício de que a relação entre os dois deixou de ser das melhores é a maneira como eles encaram o X Games. "Vim totalmente despreocupado com essa história de resultado. Eu estou em outra", avisou Bob, referindo-se à megarrampa de vertical, modalidade que pretende trazer ao Brasil. "Se ele está despreocupado, eu estou felizão porque acompanhei toda essa festa aqui no Sambódromo desde o começo", assumiu Mineirinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.