Bobsled brasileiro aposta em bom impulso nos Jogos de Inverno de Sochi

País será representado por quatro atletas que vieram originalmente do atletismo

AE, Agência Estado

21 de fevereiro de 2014 | 20h13

SOCHI - A equipe brasileira de bobsled estreia neste sábado nos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, quando faz as duas primeiras baterias da prova - as outras duas serão no domingo, último dia do evento na Rússia. E, por contar com quatro atletas que vieram originalmente do atletismo, o Brasil aposta num bom impulso na largada para conseguir uma boa performance.

"Nosso impulso está entre os melhores do mundo", afirmou Edson Bindilatti, o piloto do trenó brasileiro, que conta ainda com Edson Martins, Odirlei Pessoni e Fábio Silva. Eles formam uma das 30 equipes na disputa em Sochi, sendo que apenas os 20 melhores na soma dos tempos vai para a quarta e última bateria, no domingo, quando será definido o pódio.

"O objetivo inicial era qualificar para os Jogos e levar o Brasil de volta ao cenário mundial do bobsled. Mas a gente não se contenta só com isso. Já que classificamos, queremos mais. A vontade de fazer o nosso melhor é muito grande", avisou Bindilatti, que já esteve em duas edições anteriores dos Jogos de Inverno, em Salt Lake City/2002 e Turim/2006.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.