Boca conta com La Bombonera para bater La U na Libertadores

Vencedor das semifinais vai enfrentar Corinthians ou Santos na final do campeonato continental

BUENOS AIRES, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2012 | 03h10

BUENOS AIRES - Boca Juniors e Universidad de Chile buscam nesta quinta-feira, 14, às 20h15 (de Brasília), dar o primeiro passo para fazer a final da Taça Libertadores, no estádio La Bombonera, com entradas esgotadas.

Para este jogo, o técnico do Boca, Julio César Falcioni, não poderá contar com o lateral-esquerdo Clemente Rodríguez, machucado. O garoto Juan Sánchez Miño ocupará seu lugar. Outra novidade é a volta de Agustín Orión no lugar do uruguaio Sebastián Sosa no gol. O craque Riquelme elogiou o rival. "É uma equipe que sabe o que quer e que também sabe jogar, mas o resultado de hoje vai depender do Boca. É o melhor time do Chile e, no semestre passado, ganhou a Copa Sul-Americana. Sem falar que conta com bons jogadores."

Já a Universidad de Chile chega para o confronto com duas dúvidas, que preocupam o técnico argentino Jorge Sampaoli. O zagueiro e capitão José Rojas e o meia Gustavo Lorenzetti recuperam-se de lesão e não é certo que jogarão. As alternativas seriam Igor Lichnovsy e Guillermo Marino, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.