Boca tenta forçar demissão de técnico

Depois da precoce eliminação nas oitavas de final da Taça Libertadores (derrota para o Defensor, do Uruguai, por 1 a 0, na Bombonera), a direção do Boca Juniors tenta forçar o técnico Carlos Ischia a se demitir. Ele ainda deve estar à frente da equipe no jogo de amanhã contra o Vélez, porém, os dirigentes se reuniram e decidiram que não o querem mais no cargo. O único empecilho para sua saída é uma multa que o clube teria de pagar. Seu substituto será Carlos Bianchi, atual diretor de futebol.

, O Estadao de S.Paulo

23 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.