Andy Brownbill/AP
Andy Brownbill/AP

Bolt confirma presença nos 100 metros em meeting checo da IAAF World Challenge

Evento serve como preparação ao Mundial de Atletismo, que será em agosto, em Londres

Estadão Conteúdo

06 de junho de 2017 | 14h38

Tricampeão olímpico, Usain Bolt confirmou nesta terça-feira a participação na prova dos 100 metros na 56ª edição do Golden Spike, competição realizada em Ostrava, na República Checa, em 28 de junho, e que é válida pela IAAF World Challenge. O evento serve como preparação ao Mundial de Atletismo, que será em agosto, em Londres.

Bolt reforçou, ainda, que esta deverá ser a sua última participação no evento. "O Golden Spike Meeting, em Ostrava, é sempre uma das primeiras provas que coloco no calendário a cada ano e estou feliz de anunciar que estarei lá competindo pela nona - e última vez - em 28 de junho deste ano. Esse foi o primeiro torneio profissional que me convidou no início de minha carreira, e é justo que volte lá na minha última temporada", revelou o campeão mundial nos 100 e 200 metros e no revezamento 4x100m.

Essa será a quinta vez que o atleta de 30 anos disputará os 100 metros no Golden Spike - ele também correu três vezes nos 200 metros e uma nos 300 metros (esta uma prova não olímpica), vencendo em cada uma das disputas. Também será a sua nona aparição em Ostrava, tornando-se o evento em que ele mais esteve presente em sua carreira.

O chefe da organização do evento, Miroslav Cernosek, celebrou a lembrança de Bolt sobre sua participação ainda precoce na competição - quando era um desconhecido - e comemorou o retorno do supercampeão à República Checa.

"Estávamos discutindo a nona aparição em Ostrava do atleta mais procurado do planeta desde o seu último triunfo nos Jogos Olímpicos no Rio e, neste final de semana, ele finalmente confirmou que está pronto para correr e quer vir à sua favorita Ostrava", disse Cernosek.

Usain Bolt é o oitavo campeão olímpico no Rio-2016 confirmado para o meeting deste ano na República Checa. Também já foram anunciados os nomes do britânico Mo Farah (ganhador das provas de 5.000 e 10.000 metros), do sul-africano Wayde van Niekerk (400 metros), do norte-americano Christian Taylor (salto triplo), do alemão Thomas Rohlero (lançamento de dardo), da polonesa Anita Wlodarczyk (martelo) e dos quenianos David Rudisha (800 metros) e Conseslus Kipruto (3.000 metros).

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoUsain BoltIAAF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.