Benoit Tessier/Reuters - 17/07/2010
Benoit Tessier/Reuters - 17/07/2010

Bolt diz que pode parar após Olimpíada de 2012

Velocista jamaicano pretende avaliar suas condições depois de Londres porque deseja se aposentar ainda no auge da carreira

AE, Agência Estado

17 de setembro de 2010 | 09h59

O jamaicano Usain Bolt revelou estudar a possibilidade de se aposentar após a disputa dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Nesta sexta-feira, o campeão olímpico e mundial dos 100 e 200 metros disse que irá avaliar as opções da sua carreira depois de Londres, com a intenção de parar aclamado como um dos grandes nomes da história do atletismo.

"Definitivamente vou para mais uma Olimpíada. E lá eu decidirei o que eu quero fazer", disse Bolt, nesta sexta-feira. "Meu treinador pode querer ir para outra, mas vamos determinar como eu vou ficar porque eu definitivamente quero me aposentar no topo", disse Bolt, acrescentando que quer agir como Michael Johnson e parar no auge. O norte-americano se aposentou em 2000, depois de ser campeão olímpico dos 400 metros.

Bolt ganhou três medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, sempre quebrando recordes mundiais, incluindo o dos 200 metros, de Johnson, que perdurava desde a Olimpíada de 1996. Em 2009, o jamaicano bateu os recordes mundiais nos 100 e 200 metros no Campeonato Mundial, em Berlim.

"Eu perguntei porque ele [Johnson] se aposentou e ele disse que tinha feito tudo o que ele quis, assim não havia motivos para ele continuar", disse Bolt. "Ele estava no topo, então eu estou pensando se eu estiver no topo e fiz tudo que eu queria fazer, talvez eu irei parar".

Bolt, que também já considera a mudança para os 400 metros, disse que seu objetivo é colocar o seu nome entre os maiores atletas do esporte. "Para mim, o objetivo sempre foi me tornar uma lenda no esporte e, dependendo meus títulos, eu acho que eles vão me tornar uma lenda, assim eu trabalho nisso e depois eu vou tentar algo novo no esporte", disse. "Eu disse sobre o salto em distância, mas acho que vou fazer outra coisa antes disso. Eu acho que o salto em distância seria cerca de um ano antes de eu me aposentar porque eu acho que cobra uma conta do seu corpo".

Bolt foi à Austrália nesta semana para uma turnê promocional de um dos seus patrocinadores. Ele encerrou prematuramente sua temporada europeia neste ano, devido à problemas nas costas e os planos para voltar a treinar na Jamaica no início do próximo mês para começar a sua preparação para o Mundial de 2011, em Daegu, na Coreia do Sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.